Arquivo de Janeiro, 2009

30
Jan
09

Aposta para o fim de semana!

– Aposto que o Benfica vai-se ver grego para ganhar este fim de semana…

– Aposto que o Quique vai inventar…do mesmo…

-Aposto que um defesa do Rio Ave vai ser expulso..depois de cumprir “serviço”…

– Aposto que o Coentrão vai jogar só para chatear…

– Aposto que o fcp apesar da dificuldades vai ter uma vitória vinda do além…

– Aposto que o scp vai ganhar com meia duzia de gatos a assistir…

– Aposto que conversa do “levado ao colo” vai regressar…

– Aposto que vai estar frio e chuva…

Bom fim de semana.

Bola7 falou…

30
Jan
09

24 horas!

1991

 

20h00 – Sábado à noite em Vila do Conde, janto, no CIP, curso que me permite ser dirigente do Corpo Nacional de Escutas.

00h00 – Despeço-me do pessoal e rumo a casa. Amanhã de manhã não vou estar para o encerramento dessa sessão, pois tenho de ser padrinho do crisma de um grupo de jovens.

09h20 – Levanto-me à pressa e nem o pequeno-almoço tomo, pois já vou atrasado.

11h00 – Dever cumprido em espero pelo final da celebração e ponho-me andar em passo de corrida para estação da CP, na Póvoa de Varzim.

12h03 – O velho comboio arranca e junto-me a um grupo de velhos conhecidos da escola. Também vão para as antas. Porreiro, já tenho companhia. Desiludem-me quando dizem que não vou arranjar bilhetes porque a lotação já está esgotada. Esgotada com bilhetes a 5 contos!? Não acredito e vou na mesma.

13h00 – Estou a caminho das antas. Uma bela caminhada em perspectiva. A fé num bom resultado é geral nas hostes encarnadas. A nossa gloriosa equipa veio de comboio e na despedida Ericksson prometeu trazer a vitória. Se o sueco disse, tá dito.

14h00 – Adquiri o bilhetinho mágico. 5 contos. Paciência. É por uma boa causa, embora me faça nós no estômago dar tanto dinheiro a essa cambada.

15h00 – Encontro-me no topo norte do estádio das Antas. Cheio, como um ovo. No meu sector estão os benfiquistas mas também andrades. Fazem-se previsões, análises e pouco depois a surpresa: Paulo Madeira vai ser o lateral direito. Estanho ou talvez não como se viu no jogo.

16h00 – Carlos valente apita para o começo do jogo. Que ambiente infernal desde o 1º minuto.

16h45 – o Arbitro prepara-se para terminar a 1ª parte. Nada de especial a dizer. O jogo muito equilibrado. As defesas dominam os avançados. Os meios campos estão a bloquear-se mutuamente. Nada mal, sempre serve os nossos interesses. Teme-se a reacção andrade na 2º parte. Há que mentalizar os nossos jogadores. Algumas escaramuças no topo sul. Para mim são os andrades que desiludidos já andam à porrada uns com os outros. Eta, gente parva.

17h00 – Seja o que Deus quiser. Tou preparado para tudo. Tudo? Hum, que vejo? O Artur Jorge a correr atrás do fiscal de linha. Não querias que ele não marcasse fora de jogo pois não? Bem, para ser sincero nem sei se foi, mas tudo bem. O director de futebol Teles Roxo acompanha-o nos protestos. Ui, que eles não vão aguentar a pressão. Lá vai o Kostadinov…e bola fora. Grande Ricardo Gomes. Tira a bola William, sempre tão macio, mas eficaz. Valdo rodopia, mexe, ginga…mais uma falta. Ui, mais uma bola para a nossa grande área…fora de jogo. Filho da mãe do Artur Jorge, não sossega. Ainda falta tanto. Paulo Madeira a dobrar os centrais. Grande Ericksson. A defender temos 3 centrais com o Paneira a defender à direita. Ao atacar o Madeira roda para a lateral. Perfeito. Não passa nada. Mas que pressão. Os animais não param de empurrar o nosso meio campo. Isto tá mau. Substituição no Benfica. Quem vai entrar? César Brito. Sim, há que apostar na rapidez do contra-ataque. O fcp está com as linhas muito adiantadas. Olha, lá vem o Paneira pela direita…anda, traz a bola para aqui ao menos descansa a defesa. Vai à linha e centra e César Brito ataca a bola ao 1º poste…GOOOOOOOOOOOOLO. É a loucura. Abraço-me sei lá a quem. Ai que me dói os rins. A libertação da tensão acumulada nos músculos. Quero lá saber. Todo mundo grita a palavra mágica: Benfica…Benfica….Benfica. Lá vem o Valdo passa…passa…GOOOOOOOOOOLO. Quem foi? O César Brito outra vez. É o maior. Já não perdemos, diz um pessimista. Vamos ganhar, vamos ganhar.

17h50 – Carlos Valente apita para o final. A vitória é nossa. O título é nosso. Os nossos heróis vêm agradecer o apoio. Grito até à exaustão Benfica…Benfica…Benfica. Sento-me cansado. Dói-me o corpo todo mas estou feliz como nunca. Que sensação. Ouço os lamentos dos andrades. Um deles, acredita que ainda é possível…Outro acaba com a sua convicção. O Benfica vai ser campeão. Deixo todos saírem. É muito melhor que a sensação post coitum. Observo o estádio quase vazio. Já nem sinto a dor no corpo.

19h00 – Saio do estádio nas calmas. Mesmo assim ainda assisto a algumas escaramuças de gente ressabiada. O costume por estas bandas. Dirijo-me nas nuvens para a estação da Trindade.

19h50 – Faltam 10 minutos para o comboio. Ui, então não é que nada comi até agora. Só dei por isto agora. Nem pequeno-almoço, nem almoço nem lanche. Nada. Nem água. Incrível. Sorrio. Que loucura. Olha, um tasco. Tem mau aspecto. Que se lixe. Vou comer uma sandes à pressa.

20h00 – Estou de regresso a casa. Cansado, esfomeado, mas feliz como uma criança.

Regressei ás antas 2 anos depois, e…são estórias para outros rosários…

 

Notlim falou…

29
Jan
09

para meditar!

A confusão alastra

O futebol português vive um dos períodos mais conturbados dos últimos tempos, quase a deixar a ideia de que estamos à beira do estado de sítio.
Com os árbitros é o que se sabe: de um lado, o seu responsável máximo a dizer que o trabalho dos juizes os coloca ao nível dos melhores do mundo; do outro, o resultado desse trabalho, que nos entra pelos olhos/casa dentro, ao qual ninguém pode atribuir nota acima do sofrível.
Há muitas histórias pelo meio de tudo isto. E, igualmente, muitas tiradas infelizes que, que levadas a sério, levariam ainda mais público a fugir dos estádios.
Hoje, chega a notícia segundo a qual Pedro Henriques está nomeado para um desafio organizado pela Federação.
E a Liga, esqueceu-se que existe? Incomoda quem? Será porque muitos o consideram o melhor árbitro da actualidade, e isso desagrada ao chefe do clã?
No sector do dirigismo é um pandemónio, e quase ninguém se entende. As rivalidades e, pior do que isso, os ódios instalados há muito, não permitem uma abordagem séria e tranquila das questões que só os dirigentes podem resolver.
Mesquita Machado acaba de dizer adeus à Mesa da Assembleia Geral da FPF. No rescaldo de muitas afirmações feitas nos tempos mais recentes, a sua atitude não poderia ser outra. Ficamos à espera, para ver se há mais alguém com coragem de lhe seguir o exemplo.
E quanto aos treinadores, também se tem visto de tudo: aqueles a quem a falta de educação não dá espaço para mais, os que nunca assumem os seus erros, ou ainda os que só têm voz quando são prejudicados.
Por treinarem equipas de topo, tomo como exemplos Jesualdo Ferreira e Jorge de Jesus.
O primeiro permite-se criticar erros cometidos em jogos em que não intervém directamente, para depois se escusar a falar dos erros que acontecem mesmo à sua frente.
O segundo, Jorge de Jesus, com pesos e medidas diferentes na análise e reacção a jogos em que a sua equipa sai sucessivamente prejudicada.
Com o Benfica, fala em campeões de playstation; do Porto, limita-se ao mínimo, para não ser acusado de silêncio. Francamente, escusava de nos deixar já pistas tão seguras de que será a primeira opção de Pinto da Costa para a próxima temporada.

Ribeiro Cristovão RR

29
Jan
09

Prémio capitão Moura para a pu…de lata!

Prémio atribuido aos diversos comentadores andrades pela pu…da latosa a comentar os lances polémicos do Braga – fcp em comparação com os comentadores encarnados no Benfica – Braga…

São o paradigma da falta de vergonha cretina que grassa em Portugal…

Bom Deus, obriado por me fazeres Benfiquista!

Bola7 falou…

29
Jan
09

Crónica das Terras baixas!

Há vários jogadores com talento no Ajax e a equipa técnica sobre o comando do Van Basten anda a trabalhá-los muito bem…
Que pena o Huntelaar ter ido embora, teria evoluído imenso com eles…

Isso nota-se em certos jogadores como Enoh, Van der Wiel ou o meu preferido, o Verthongen…
Noutros casos começa-se a notar, como no Sulemani e no Cvitanich…
Em Dezembro, quando o Huntelaar nao podia jogar, vi nos treinos o Cvitanich a fazer um exercício quase 45 minutos, o Van Schip centrava a bola, o Cvitanich cabeceava, voltava atrás recebia um passe em profundidade de outro técnico e rematava cruzado…no jogo seguinte com o den haag fez um hat trick… é procurar no you tube e as similaridades entre o exercício e os golos…
Quanto ao Suarez….é um belíssimo jogador e ainda não alcançou o que pode vir a ser…
Rápido, técnico, voraz…mais de metade das assistências no Ajax são dele, e mesmo assim tem fama de ser egoísta… (há umas semanas o Van Gaal e o Arveladze, que treina os avancados do AZ, diziam que o Ari (bom jogador) tinha que rematar mais à baliza)…
O Suarez é muito criticado por cá por mergulhar para a piscina, mas até nisso tem mostrado carácter de campeão…
Tendo vindo a corrigir isso, espero que não corrija demais pois é uma característica sul americana que lhes dá um certo charme…
O que eu gosto muito nele é que ele gosta mesmo de jogar à bola…se nos jogos é concentrado e pega no jogo várias vezes para levar a equipa para a frente, nos treinos da gosto ver…
Brinca com todos e com a bola (o cvitanich é outro que nunca larga a bola nos treinos)
O Suarez é uma pessoa humilde, um Homem que fez sacrifícios, e isso reflecte-se no jogador, por vezes temperamental, mas controlado…
Talvez seja o melhor jogador do Campeonato Holandes, pelo menos top 5….
o El hamdaoui é muito bom jogador, diz-se que o Barça o segue, muitas vezes comparado a Bergkamp, que tem imenso talento, se não se cuida estraga-se…pouca cabeça…e isso é importante…
O Sneijder, sempre teve cabeça e esforçava-se nos treinos, ficando a marcar livres pelo menos 30 minutos depois do treino acabar, separou-se da mulher meses depois de ir para Madrid, tens ouvido falar nele? Tem jogado bem? Tudo isso importa numa pessoa quanto mais num jogador profissional…certo?
 
Isto tudo para analisar o Benfica…as novelas criadas pelos jornais em Portugal são tão exageradas e tiram a tranquilidade aos clubes em especial ao Benfica que por vender tanto é um favorito da imprensa…
 
Até custa ver a falta de respeito…
 
 
O jornalismo em Portugal com raras excepções não fala de futebol mas faz novelas…
 
Educa o publico, mal, e retira ao futebol a sua essência…
 
Se começasse por nós, pelo nosso clube, o futebol em Portugal poderia voltar a ser o desporto Rei, não pelas massas que arrasta mas pela Honra e classe que deveria ter e deixou de ter, precisamente por não se ligar ao que importa…

Amsterdam falou…

28
Jan
09

Brasil x Argentina

Luisão na canarinha e Dí Maria nas pampas…

A minha homenagem.

Bola7 falou…

28
Jan
09

Notas soltas!

– Ao saber que o Jesualdo Ferreira tinha visto apenas uma grande penalidade, no último Braga-FCP, Mesquita Machado um dos caciques da nação, respondeu que ia aconselhar o Jesualdo a ida ao oftalmologista. Eu acho que o problema do Jesualdo não é de visão, mas sim de carácter.

– Curioso é o Jesualdo só ver um penalty no lance mais duvidoso: o lance do Alan com o Cissokho. Se ele acha que esse é mesmo penalty então que dizer dos outros? Um deles então era fundamental para o jogo: penalty e expulsão do Helton.

– Anda uma azia dos diabos pela naçon Andrade. Perderam a “sua vantagem moral”, da acusação costumeira, do “Benfica levado ao colo”. Pelo que me disseram reina um silêncio supucral pelos seus adeptos conhecidos pela sua falta de memória e descaramento lateiro.

– Voltando ao Mesquita dinossáurio Machado, este pediu a demissão no cargo de presidente da Assembleia-geral da FPF. Como os tempos são uns pouquinho diferentes. Nos velhos tempos em que as associações tudo mandavam não saía ele, pois não. Tinha de estar presente para discutir, não quem seria presidente da FPF, mas sim do conselho de…arbitragem.

– No reino das águias Suazo parece lesionado. Há quem ponha em causa a sua utilização no Dragun. Lá se iam os sonhos de contra-ataques demolidores no reino do “bate em tudo o que se mexe”, Bruno Alves. Sorte do camano para o seleccionador das Honduras, pois se ele é conhecedor da fama do filho do velho Washington, até treme de medo das consequências do jogo.

– Por falar em Suazo quase que aposto que vai ser mais um que passará rápido como o vento pelo reino da Águia e nunca mais alguém o verá.

– Com ele arriscamo-nos que se junte outra gente. Se a coisa acabar mal, como se perspectiva, vamos ter uma próxima época “fantástica”.

– Diz o antigo defesa direito do Benfica, Miguel, que o Quique diz tudo o que pensa. Eu também gostaria de o fazer, mas não o faço aqui por pudor. Costuma-se dizer que a intriga e a maledicência são as armas do cobarde. E então quando alguém tem o despudor de dizer alto e bom som o que pensa, mesmo sem medir as consequências, tem sempre o beneplácito do público.

– Quique Flores pode saber pouco de futebol, mas não é tolo. Percebeu na Trofa, e analisando a entente presidencial, que o populismo é uma arma poderosa no Benfica dito moderno. E então jogou a sua cartada: bater forte nas estrelas, dando uma de corajoso, para cair nas boas graças dos adeptos, que têm necessidade de uma cartase colectiva. Exigir dos melhores, o melhor. Concordo em absoluto. Mas a exigência não deve começar nos líderes?

– Um fraco líder faz da forte gente, fraca. E vice-versa. Quando se tem sob o comando um conjunto de jogadores de qualidade ímpar no panorama nacional, não é pressuposto que a liderança tenha o mesmo nível de exigência?

– Adelante…li com graça a analogia entre as luvas do processo Freeport e a baliza do Benfica. Está visto que o problema deste país está no “material” utilizado. É tempo de chamar à coação, os empresários na nossa praça.

– O futebol anda estranho. Então não é que o ManUtd sem o Queiroz já está em primeiro da liga!? E eu a pensar que sem o Queiroz não iam lá. Isso dá-me que pensar. Ai a selecção.

– Por falar em selecção o levezinho parece que para lá vai. Se somar ainda o Paulo assunção vai ser uma portuguesa bem açucarada. Exagero? Se calhar, mas mérito aos nossos irmãos e à sua capacidade de adaptação. Um dia um brasileiro ainda vai ser presidente dos E.U.A. É o que dá também a selecção ter chegado a um patamar de exigência que não comporta. Como a formação está a mingar, há que manter o nível, de forma artificial, diga-se.

….

Bola7 falou…




Bola7Inc

Janeiro 2009
M T W T F S S
« Dez   Fev »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Estatisticas

  • 939,909 Visitas
Free counters!

Sondagens

Top de classificação

Páginas

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 43 outros seguidores