Arquivo de Agosto, 2009

28
Ago
09

4 Sabores!

É verão…é tipo gelados.

O 1º sabor foi um empate indigesto e demais visto.

O 2º sabor foi uma goleada das antigas e ainda por cima numa competição uefeira.

O 3º sabor foi uma vitória da estrelinha mesmo em cima do risco de chegada.

O 4º sabor foi uma derrota alicerçada na displicência militante.

Estive fora estes dias e só ontem vi um jogo em directo. Passei algumas horas a ver os jogos passados, com a desvantagem da ausência de emoção e a vantagem da mesma.

Ainda em férias venho escrever algumas notas neste vosso blog para ver se acalmo a passarinha de algumas “Semenyas” que por aqui andam.

Nesta breve análise digo já em jeito de conclusão que muita coisa mudou para melhor no futebol encarnado mas também muita coisa manteve-se na mediocridade.

É claro que a lixívia desinfecta e limpa tudo, deve ser o produto mais consumido pelo adepto encarnado, e é ver alguns que já andam a rondar as falidas fábricas de confecções procurando a melhor posição para o negócio do ano de 2010 pós Páscoa, a venda da t´shirt “Jesus, da Crucificação á Ascensão…ao titulo!”.

Logo de inicio o tradicional empate caseiro. Curioso que não me lembro de ver o Benfica a iniciar um campeonato na liderança. É que não me lembro mesmo. Imbuído nesse espírito lá levou a imensa massa adepta encarnada com o sensaborão empate, embora em circunstâncias duvidosas, como também é costume.

Já tinha avisado que isto de jogar a feijões e jogar a sério é muito mais que uma cultura gastronómica. Depois nem todos têm a sorte de poder jogar com um retranqueiro Nacional, com este reduzido a 9 elementos. Mas pelos vistos a retranca Manuelina ainda vai fazer muita mossa por aí, que o digam os estupefactos milionários russos do Zenit.

Depois com a jeitosa formação ucraniana, um pouco mais de espaço e goleada forte e feia. É a diferença que dá enfrentar defesas do leste da Europa comparados com os defesas brasileiros. E pois claro, uma maior inspiração dos nossos avançados, uma vez na vida. Já falo destes em especial.

Em Guimarães a coisa esteve estranha…ou não. Vingada é tudo menos burro, e percebeu que a jogar da forma que o tinha feito no torneio de Guimarães não se safava. E mudou, e bem. Lembrando-se do Nacional na Luz de fresca memória armou um esquema um pouco semelhante, com 3 centrais a bloquearem os famosos atacantes encarnados, chegando a jogar a espaços bem melhor que o Benfica, coisa rara esta época. Mas a chamada estrelinha dos campeões lá cintilou na cabeça do “xico palito” Ramires. Num jogo em que Jesus foi vitima das tentações, neste caso das invenções militantes, que abundam há muitos anos a esta parte na luz, na sequência de um livre o Benfica passou da crise, com 4 pontos perdidos em 2 jogos, para a equipa irresistível, para alguns, claro, num quase 1º lugar, se não fossem os outros…

Ontem na distante Ucrânia, o clube encarnado deu uma de simpatia, e quase que consigo jurar que vi nos festejos dos ucranianos alguns encarnados. Jesus resolveu dar tempo a alguns jogadores, arriscando o resultado contra, e digo sem temor, uma equipa razoável, que não deve em nada a um Nacional ou Guimarães, com a excepção dos defesas não serem brasileiros. O resultado foi para mim o esperado. Quando se muda tanto, e quando se mete em campo um jogador com a “qualidade” de Luís Filipe, o risco de acontecer um aborrecimento é muito grande.

Aproveito para falar das individualidades. Começo pelos laterais para ser diferente. Dizem que sir Bobby Robson, quando soube o nome do cancro que padecia, disse pensar tratar-se do nome de algum lateral do Benfica. É curioso como o clube que deu a Portugal e mesmo á Europa alguns dos seus melhores laterais de sempre, consegue nos últimos anos a fancaria que polui o plantel, ano após ano. Por mais que se mude e compre e recompre, a me…é sempre a mesma. Com um sistema de jogo que necessita de laterais competentes, o mais razoável, sem ser brilhante, lesiona-se e torna visível a fraqueza do plantel neste lugar. E quando um plantel de um clube que diz querer recuperar a Europa comporta um jogador da estirpe do rapazinho com o nº 22, só posso lamentar de não ficar eternamente em cruzeiro pelo mediterrâneo. E sinceramente não vejo grande solução para o caso, seja à direita, seja à esquerda, lugar onde David Luiz faz tudo para mostrar a Jesus que não serve, mas este faz que não vê. Que remédio.

Recuo e olho para a baliza. Bem, recuar ás vezes é bom, mas prefiro dar um grande salto, para a dianteira, pois estou cansado de escrever a mesma coisa.

Imagino os orgasmos que muitos têm sempre que o speaker diz a constituição do 11. Quando chega aos avançados é uma “gemideira” geral. Que quinteto de avançados possuímos. Ui. Eu até concordo que temos um bom potencial na linha da frente. Vários internacionais, entre eles um jogador que aprecio bastante, Saviola. Mas digo sem temor que eles têm estado francamente mal. Se é certo que contra o Potava a coisa até correu bem, nos outros jogos o Benfica deve a eles, mais que alguma coisa, a tremedeira nos resultados. Ainda ontem foi confrangedor ver a ineficácia dos avançados, que se estende aos médios também. Falhanços na cara dos guarda-redes têm sido aos magotes jogo após jogo, e isso não pode acontecer. É certo que existem muitos motivos, que vai desde a falta de rotina á desconcentração pura, mas chega. Há que melhorar neste capítulo, pois não há equipa que resista a este desiderato.

E já agora ó amigo Jesus…para quando trabalhar em condições a marcação dos cantos?

E então o meio campo? Isto é um andar para frente e para traz. É como meio campo. Já tinha dito e mantenho as minhas reservas quanto ao jogo posicional do Ramirez. E preocupa-me as marcações que o Aimar sofre, bloqueando o jogo encarnado em determinados momentos do jogo. Faz falta mais alguém que assuma um pouco mais o jogo nestas alturas, com a excepção do Coentrão, a grande surpresa deste início de época.

De mais positivo nisto tudo? Saber que tirando a situação dos laterais tudo o resto é remediável, pois existe a chamada matéria-prima, e o conforto de saber que no comando da equipa não está lá um aprendiz de revistas cor de rosas.

Bem, para já chega. Muito mais fica para dizer, mas vou esperar pela paragem do campeonato para fazer um 1º balanço e fazer um 1º vaticínio. Sim que eu ao contrario dos Joões Pintos deste pais, não espero pelo final para tal.

Portem-se…boas férias para quem puder.

Bola7 falou…

27
Ago
09

e agora zbordem??!!!

mamem chulos!!!!

mamem chulos!!!!

 Este post vai dedicado aqueles meus amigos que são adeptos deste triste clube que o unico que almeja ano após ano é ser incluído na carrinho de viagem dos porcos em direcção è liga dos campeões.

Quanto aos milhões… contentem-se com o jackpot do totoloto e do joker desta semana

A esses adeptos também digo o seguinte para ele pensarem uma beca… assim em jeito de modernidade genero twiter do presidente brutoecurto…

1º jogo no Estádio da Luz para o campeonato num domingo, 50.000 e qualquer coisa que não me lembro

1º jogo no estadio zmerding num sabado….. 24.000 e picos

1º jogo do Glorioso fora, num domingo …. 27.000 e qualquer coisa

É caso para dizer se querem ser grandes portem-se e provem que o são, também sei que são diferentes… será esta a diferença???

 

Saudações Gloriosas

ps: onde estariam os betinhos, os queques, os diferentes… no sabado à noite…..?????

12
Ago
09

Conselhos, desejos, duvidas e breve adeus!

Pois é meus amigos, vou para férias longe de tudo e todos, salvo seja, e até Setembro deixo de estar em contacto com os meus amigos.

De tudo o que me aborrece um pouco, é estar também longe do meu Benfica. Mas tudo farei para estar a par das incidências principais da nova época.

O blog ficará assim em stand bye, a menos que alguns dos meus colaboradores de quando em vez resolva partilhar a sua prosa com os amigos leitores.

Se me permitem, alguns conselhos neste momento de arranque da época desportiva.

Antes de mais o orgulho de fazermos todos parte desta instituição maravilhosa e grandiosa, que é o Sport Lisboa e Benfica, pois o nosso orgulho é também a inveja dos nossos adversários…”que o diga o Dias da Cunha”…nunca esquecer isso.

Depois, nunca perder o espírito de exigência, consciente e critica, pois só desta surge a qualidade.

Á exigência junta-se o acreditar, contra tudo e contra todos, como é timbre do Benfiquista.

Que espero para domingo? Vitória inequívoca e avassaladora. Não tenho pejo em dizer que este jogo é o 1º crucial para o sucesso ou insucesso da época. Sei que logo virá quem me acusará de precipitação. Mas meus amigos, acreditem que este jogo é de uma importância crucial. Porque nada valerá a boa pré-época com o renascer de esperanças se no 1º jogo a sério da época não soubermos ou conseguirmos ganhar a um dos representantes dos adversários que jogaremos maioritariamente esta época.

Mais que isso, a vitória ou não é diferença entre criar o pânico nos adversários, a crença nos nossos adeptos, a confiança da e na nossa equipa, ou o renascer das expectativas dos adversários, a descrença dos adeptos e a desconfiança da própria equipa nas suas qualidades.

Uma vitória sólida levará a um acreditar de todos, fundamental para criar raízes sólidas entre adeptos e equipa, de forma a proteger o clube contra o…contra poder.

Não tenhamos ilusões que alertamos a canalha. Eles estão atentos e a conversa de embalar de responsáveis andardes e lagartos, é pura conversa engana tolos, que só mesmo a esses engana. Convém estar alerta e bem alerta. Ninguém tenha ilusões. A conversa de que “já ganhamos 4 anos, podemos perder este” é conversa de andrade tolo. Já disse e repito…os seus lideres sabem muito bem que se perderem o campeonato podem estar a perder o futuro. Sem campeonato pode não haver champions…sem champions não há dinheiro, e pode não haver novo campeonato…e sem campeonato pode não haver outra vez champions…e um ciclo de efeitos catastróficos tem de ser evitado a todo o custo. E quando o desespero chega, tudo é feito. Este campeonato pode ser fundamental para o futuro de todos. E quando falo de todos falo também do Benfica, que eu não ando a dormir. Mas dessa conversa não reza hoje a história. Vou deixar para mais tarde. Só uma dúvida…resta saber se temos líderes capazes de lidar com este processo.

Um bem-haja a todos e viva o Benfica!

Bola7 falou…

11
Ago
09

Benfica é o maior!

…e o resto é letra…

Acordei com vontade de gritar isso…e pronto. Anseio gritar vezes sem conta até ao fim.

Porque é o maior?…bolas. Leiam, observem e recordem. Simples de sentir. É uma sensação única.

Viva o Benfica crl!

BENFICA
Não sei como será ser de outro clube que não o Benfica e também não quero. É uma ignorância boa, esta: a de não querer saber; a de recusar logo à partida, o conhecimento de algo que não nos importa. Só me interessa o Benfica, confesso! E, se analisado com método, é fácil perceber pela fria análise morfológica do nome, que o clube que amo é uma instituição que pratica o bem, que pede, rogando, para que fique.
– Bem! Fica!
E o bem, como se ouvindo, fica mesmo. E com ele, como se uma mágica terra se elevasse, ficam, não todos os benfiquistas, mas sim todos os benfiquenses.
Existe um “ismo” no Benfica de uma magnitude rara, que não se confunde nem se imiscui com outros “ismos” mesquinhos que outrora serviram doutrinas, reformas várias e pessoas poderosas. O benfiquismo é um “ismo” dos bons, que se impõe precisamente não se impondo, que se percebe justamente ao não se perceber; e que, mesmo não se vendo, se sente e sofre, como se de um amor carnal se tratasse.
Quando se grita pelo Benfica é como se gritássemos em tenra idade pela nossa mãe, mesmo sabendo que está ali tão perto, só pela congénita vontade de gritar pelo que nos pertence, para que se saiba que não somos de nenhum outro, para que fique claro que lhe dedicamos a rouquidão que se esmorece na nossa voz.
Sou do Benfica desde que me lembro. E não tenho memória curta! É nela que cabem mil imagens que correm de calções agora mesmo. Lembro-me do Néné – “ali vai ele!” – do número sete, calções brancos, por vezes com risco ao meio, chuteiras novas, o filho bem comportado que qualquer mãe gostaria de ter tido. Do Carlos Manuel: dos livres do Carlos Manuel, da garra do Carlos Manuel quando pegava na bola a meio campo e, durante metros, a levava com ele, como se fosse um gigante, altíssimo, como se a levasse para casa, imponente, quebrando a barreira do som com a velocidade que lhe imprimia. E o inferno era aquilo: o início da corrida; a multidão a levantar-se; ninguém quieto por um instante que fosse – “oh senhor, sente-se lá para eu ver!” -; todos a falar com as mãos, a dizer:
– Passa a bola!
– Vamos, vamos!
– É agora, é agora!
– Força, força!
Ao que se seguia, não raras vezes, um ciclópico «aaaaahhhhh» num imenso coro de vozes, invariavelmente seguido de palmas e um sincrónico bater de pé. Ou, em outros casos menos felizes, apenas um bater de pé e um vendaval de nomes impronunciáveis.
Acho que já disse que sou do Benfica. E nunca é demais dizê-lo, como daquelas vezes em que não nos cansamos de dizer «amo-te» a uma pessoa, mesmo que esta já o saiba há muito. Porque nos dá gosto dizer «Benfica» como se fosse um «Amo-te» repetido até à exaustão. Porque ser do Benfica é dizer «amo-te» muitas vezes. Porque é o amor que nos une e nos cega e nos faz dizer que «não», que «não é penalty», quando todos sabem que foi.
– Não, não é!
Porque o amor vê mãos onde não existem. Este amor de que vos falo e escrevo agora, vê faltas que nunca foram cometidas, foras-de-jogo, cartões que ficaram por mostrar, culpas que nunca a nossa. Mas também vê o resto: os equipamentos; os jogadores a beijar a camisola como se fosse um país; o ritual da águia que dá a volta ao estádio sempre alerta para detectar novos perdedores, desculpem, predadores. E ainda o estádio, o velho e o novo; o luxo das cadeiras de agora e a glória das outras; o Eusébio; o Chalana; o Diamantino; o Veloso; e a luz intensa que nos olha a todos. A luz – estranha luz esta! O hino do Piçarra, a vaidade com que o canta, as bandeiras a dançarem vitoriosas, os golos – aquele e mais o outro, que ainda hoje recordamos -, as jogadas sinfónicas, os maestros de então, os golos; o chegar mais cedo para ficar horas seguidas a olhar o relvado; os golos; as horas que passámos a entoar cânticos, a discutir os jornais, a falar sobre o Benfica, a telefonar para os amigos de outros clubes para lhes fazer inveja com os nossos resultados, a esperar sempre; os golos; os cinco minutos à Benfica. Este inferno bom, o nosso, igual a nenhum outro. Este Benfica, este estado de alma, este amor rouco que não nos cansamos de repetir mil vezes.”

VIVA O BENFICA

Fernando Alvim

Bola7 falou…

10
Ago
09

Canção para embalar!

Ontem dei-me ao trabalho de ver parte do jogo do fcp na super taça Cândido de Oliveira, um dia após o jogo do Benfica para a “Eusébio Cup”.

Embora em contextos diferentes servem sempre como referência para algumas breves comparações.

Fica em 1ª impressão a ideia que o a equipa do Benfica apresenta-se com a máquina um pouco mais afinada que o fcp e atrevo-me a dizer que em muitos anos, a equipa do Benfica é um pouco melhor que a do fcp.

Não vou entrar em comparações específicas pois normalmente mudo sempre de canal quando surge uma notícia sobre o corrupto clube, e é sempre com muita dificuldade que ás vezes observo algum do seu jogo, como ontem aconteceu. E foi por isso que apenas vi partes do mesmo mas o suficiente para perceber que tanta venda fez mossa no plantel. E como diz um velho amigo meu, a boa notícia do dia de ontem foi verificar um evidente retrocesso na qualidade de jogo do fcp, pois Lisandro Lopes e Lucho Gonzales eram jogadores muito acima da média, e nãos sendo insubstituíveis, faze-lo de um momento para outro é muito complicado.

Em toda a minha vida já observei equipas aparentemente menos fortes ganharem troféus importantes. Recordo o nosso Benfica na 1ª final da taça dos campeões cujo valor era bem inferior ao do Barca e no final a taça veio para a Luz. E como esse, centenas de exemplos. Por isso essa questão não me diz muito, principalmente quando vi também equipas de dimensão mundiais do Benfica, anos 80, a serem derrotadas por equipas banais do fcp, muitas vezes devidas a mãozinhas marotas e algumas vezes vítimas da sua própria soberba.

Velho amigo tem relatado que todos os dias, gente andrade surge-lhe com a mesma conversa…”este ano parece que vai ser para vós…já são muitos anos a ganhar… já cansa”…e blábláblá. Conversa para embalar. É evidente e aposto quanto quizerem que os jogos do Benfica são mais vistos, em proporção, por andrades e lagartos que até pelos próprios benfiquistas, que se reservam para o exame real das competições a sério, estando em férias sabáticas, reservando o coração para as questões a sério, que começam já no próximo domingo.

Se é certo que os adeptos andrades, principalmente estes, pois os lagartos fazem figura de corpo presente, contentando-se com as sobras, podem estar a preparar os corações para o pior, essa não será na certa a politica dos seus líderes. Eles sabem bem demais que não podem falhar, perder a liga pode significar perder a champions. E se tal acontecer será o 1º passo para se criar um ciclo vicioso com uma espiral de derrota desportiva e principalmente financeira que traria ou trará consequências catastróficas para o clube. Este fcp só sobrevive vivendo na Europa. Num instante regressariam a um fcp pré-anos 70. E isso é absolutamente inaceitável para essa gente.

Eis o problema maior da boa pré-epoca encarnada e pese algumas reticências, a qualidade demonstrada até agora: alertou o fcp para os perigos desta época. Há que saber viver em alerta permanente.

Sobre a Eusébio Cup que dizer? Pouca coisa. A equipa parece preparada para fazer uma boa época, mas…continuo com algumas reticências quanto a alguns jogadores e a sua relação com o sistema de jogo.  E pergunto-me…que vale esta equipa contra “equipas autocarros”? Aquele jogo contra o olhanense deixou-me o único travo amargo no repasto de pré-época.

Há que estar atento. Muito atento.

Bola7 falou…

07
Ago
09

E assumir responsabilidades…?

Cada ano cada caso. Já nem consigo falar do passado, cinjo-me ao presente.

Jorge Jesus chegou à conclusão que com estes laterais não vai lá. Enquanto tinha operacional o Maxi, tudo bem. Do outro lado do campo a solução do sobrinho da Lola até poderia servir, pois o argentino Shaffer que alguns cómicos dizem ter sido a 1ª opção para a posição ainda precisa de ser muito trabalhado. De repente a catástrofe….Maxi fora de jogo 2 meses. Que chatice do caramba. Não é que o jovem Patric, 1ª contratação para esta época é…suprema ironia…muito verde…verdinho…para fazer o lugar. E ainda por cima o David Luís parece ter vontade de se afirmar de vez a defesa central. De um momento para o outro nem à direita nem à esquerda existem soluções credíveis na óptica de Jesus. É que ele ao contrário dos seus antecessores vai lutar para ganhar o título. E ao contrário dos outros sabe bem onde se encontra. Marcou posição e avisou. Ele é Jesus mas não quer ser Cristo.

Sei que logo se levantará a voz de alguns a dizer que isto é conversa de avençado…é assim que agora se classifica quem escreve algo que não agrada nos tempos modernos.  Pois eu respondo que se isso é conversa de desestabilização…por falar nisso, onde andam os adeptos da estabilidade que queriam a todo o custo à luz dessa tal senhora, que o quiquinho se mantivesse?... que me expliquem porque raio vai o Benfica contratar o namorado da carinha laroca dos serões da SIC? E a cereja em cima do bolo….porque raio regressou ao plantel aquele trágico-cómico lateral/extremo Luís Filipe?

Pois, mais uma vez as contratações são feitas mandando ceguinho apalpar melões porque este tem mais sensibilidade nas mãos. Mas não há problema nenhum, se a coisa não funcionar temos o mercado de Inverno para contratar mais alguém e os monos ficam para saldo.

Só que segundo as lojitas os saldos já não são o que eram. E então lá temos uma colecção de monos que nem coleccionadores de artefactos estranhos pegam, a sugarem valores elevados enquanto se divertem treinando e brincando todos os dias, para no final da semana assistirem de cadeirão ao trabalho dos seus camaradas em campo, comendo tremoços, bebendo cerveja e no final de tudo dando vivas aos tansos que os pagam principescamente para nada fazerem…os adeptos encarnados.

E as responsabilidades disto tudo? Essas são para os outros. Que outros. É algo que se encontra no limite do inacessível e do etéreo.

Convém é no princípio do ano pagar as quotas e não bufar, que o resto é letra.

Bola7 falou…

06
Ago
09

Uma prenda de cariz sexual!

O meu bom amigo Notlim fez 43 anitos e teve como grato presente um belo cunnilingus, como diz o Tabaka, chamado… Luis Filipe ahahahah….ffffffff…deve ter dito ontem ao abrir o embrulho da informação desportiva…ahahahah.

É impossivel no reino das águias conseguir meia duzia de dias sem disparate acontecer. Há anos atrás quando meio mundo se masturbava intelectualmente com a compra do caxineiro Miguelito, perguntei qual o motivo de tanta festa, pois o rapaz nem jogava a lateral esquerdo no Nacional, cuja posição era ocupada por um tal de Alonzo. Responderam-me que ele era tão bom que não se limitava a jogar numa posição menos, direi, nobre. O humor encarnado é um study case. Foi que se viu.

É certo que só mesmo os tolos e pouco avisados acreditam que Luis Filipe fará mais que numero no plantel encarnado. Bem que eu desconfiava da dificuldade em despachar o rapaz no FM, mas pensei que os autores do jogo estivessem ao serviço de pinto da costa. Afinal…

É certo que ele pertence ao plantel e como tal é um activo…sei lá o que é isso…mas não havia mais soluções mais simples como derivar um dos centrais Miguel Victor ou David Luis para lá, ou recuar o Ruben Amorim, até regressar o Maxi? E então o Patric, contratado fruto do famoso “scouting”, não confundir com o escutismo, não é Notlim?

E lá temos de volta um rapaz que não serviu para o scp, não serviu para o SLB, não servir para o Vitória e serve para tapar buracos no SLB. Fantástica politica desportiva. Enquamto isso os nossos jovens vegentam em clubes de bairro.

Como diria o ordinário do tó Xiquilino: “sinto-me enrabado a sangue frio”…brrrrr…

Bola7 falou…





Bola7Inc

Agosto 2009
S T Q Q S S D
« Jul   Set »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Estatisticas

  • 940,538 Visitas
Free counters!

Sondagens

Top de classificação

Páginas

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 43 outros seguidores