03
Maio
10

Falta de tomates!

O resultado do jogo resume-se à tradicional falta de tomates que a equipa do Benfica desde há muitos anos apresenta quando tem de se confrontar com um clima de intimidação ao nível dos jogos da América latina.

Este jogo foi uma lição para todos a começar pelos adeptos que julgam que a “sociedade” fcp é igual a qualquer outra, como por exemplo o Sporting. Só mesmo quem vive bem por dentro, porventura em proximidade, percebe o que estou a dizer. Um conhecido radioalista de Vila do Conde, Álvaro Costa disse ontem que finalmente, após um fcp – Chelsea de Mourinho, o “dragão” tinha ganho um jogo. Ontem ficou um cheirinho do que sempre se verificou na velhinha antas, onde todos os “expedientes” eram utilizados para levar à vitória. Relembro o célebre jogo da vitória made in César Brito. Mas aqui e por muito que custe a alguns amigos, esta deveu-se a um factor que infelizmente esta equipa ainda não possui: maturidade. Contra um ambiente indescritível que levou mesmo à agressão e saída pelos fundo numa ambulância do nosso saudoso presidente João Santos, a equipa soube em campo aguentar o pior que se pode imaginar, impondo a sua superioridade, coisa que ontem não fomos capazes de fazer. Foi a diferença entre homens e putos.

Um jogo como o de ontem tinha de ser naturalmente ganho, porque é ganhando jogos destes que se ganha uma verdadeira equipa de dimensão extra.

Mas a dimensão da equipa não é apenas resultado da imaturidade da maioria dos seus jogadores. É também resultado de uma certa imaturidade do seu técnico. Ui que a alguns até lhe faltou o arpeço desculpa…mas se é verdade que o sucesso de uma época bem conseguida pelo Benfica se deve maioritariamente ao seu técnico, que provocou uma verdadeira revolução futebolística, muitas da deficiência que eu tenho apontado e que fazem comichão a alguns, é também resultado de uma certa inexperiência de JJ em certas situações, pois isto de andar a treinar anos a fio equipas com outros “ritmos” tem as suas consequências.

Ontem por exemplo fiquei sem perceber a razão da titularidade do eléctrico e despistado Carlos Martins, o jogador que nunca na vida poria em campo num jogo desta intensidade, quando tinha disponível um experiente Aimar. Depois, não sei se acreditando na famosa teoria cómico-trágica do “jogar contra 10 até é mais difícil”, insistiu em alinhar e deixar em campo o fantasma do Cardozo. Depois, não incentivar ao intervalo, a equipa para partir para a vitória custasse o que custasse, quando passa o jogo a reclamar com os erros dos seus jogadores é paradoxal.

Bom, quem quiser ser honesto a analisar este jogo tem muita matéria onde pegar. A forma ridícula como o Sr. Olegário tentou “pegar” no jogo amarelando a torto e a direito limitou muito cedo a agressividade de alguns jogadores encarnados. Os seus tradicionais erros cobraram mais o Benfica que o fcp, como não poderia deixar de ser, sendo curioso como os responsáveis andrades ainda o criticam. Bem, eu até percebo, porque de estratégia militar eles ganham por goleada.

Pese tudo, a 1ª parte estava equilibrada, mostrando apesar de tudo o melhor jogo encarnado, mas forma estupidamente consentida como se sofreu o golo estragou tudo, mais por mais numa altura crucial do jogo. Ridículo como o melhor cabeceador do campeonato não tem marcação individual, e pese o facto de sofrermos poucos golos daquela forma, muitos sustos já temos apanhado no campeonato, sem que nada seja alterado.

Mas finalmente tudo se estragou por completo como golo estúpido sofrido após o empate. Desde à prestação ridícula de uma sofrível guarda-redes, Quim, à falta de “carácter” na disputa de bola dos nossos jogadores, talvez com receio inconsciente de provocarem faltas, resultaram num golo que matou muito da capacidade de reacção dos nossos jogadores, porque nunca foram capazes de aceitar que após um empate, e com mais um jogador estariam outra vez em desvantagem. E aí o fcp exibiu maior constância táctica, um maior vigor mental e físico, em contraponto com um futebol atabalhoado e sem nexo da nossa equipa, sofrível em alguns momentos, como na definição final das jogadas, parecendo que nunca jogaram juntos esta época.

No fundo foi uma derrota para…não esquecer. É preciso tirar ilações dela. Aprender com os erros do passado é perceber o presente e ganhar o futuro. O Benfica está longe da equipa maravilha que todos sonhamos, pois por mais que a superioridade tecnicista, ou de valores individuais, seja evidente, em certos momentos outros valores se levantam.

Que sirva de lição para todos. Para a semana tudo acaba, e que acabe em bem.

Bola7 falou…

Anúncios

41 Responses to “Falta de tomates!”


  1. 1 EuMesmo
    03/05/2010 às 10:44

    Concordo Plenamente, JJ já tinha mostrado essa falta de maturidade no jogo contra o Liverpol!

  2. 2 Tosta Mística
    03/05/2010 às 10:57

    Bola, pois sinceramente não posso concordar totalmente com o teor deste poste. E ainda bem, para a democracia do blogue. 🙂

    Se bem me lembro até o Benfica de Eusébio e Coluna perderam jogos nas Antas. É tradicionalmente um campo dificil, perder aí é mais ou menos natural, em desporto.

    No caso em concreto, para quem vive e trabalha nas proximidades, foi evidente ao longo da semana todos os esforços que foram feitos para que o Benfica não ganhasse o jogo no Dragão.

    Toda a sorte de manipulações foram efectuadas, nomeadamente o recurso à violência gratuita.

    Não é por acaso que Jesualdo só foi expulso duas vezes na carreira: Antes e durante este jogo.

    Em vários pontos de V N Gaia houve foguetório na comemoração da vitória, apesar de terem perdido um lugar na Champions!

    O golo marcado pelo Braga (verdadeiro caso de policia) mostra como as coisas estavam bem planeadas.

    Um amigo meu portista (moderado) que esteve no dragão disse-me claramente que se o Benfica tivesse saido daí campeão, alguns dos nossos adeptos iriam pagar isso bem caro.

    Por isso acho que houve tomates: só o facto de terem entrado em campo nestas condições já mostra muita coragem!

    Porque falamos de desporto! Não de guerra civil.

    O que é triste, mais do que termos perdido, é perceber que “o sistema” está aí bem vivo e com muitos clubes envolvidos.

    Talvez só quando o FCP conseguir ganhar 9 ou 10 campeonatos sucessivos, destruindo a modalidade, como se passa no hóquei, algumas consciências definitivamente acordem.

    A equipa podia ter jogado melhor? Podia. Mas não vou ser eu que os vou condenar por um jogo menos bom, num ambiente de guerra civil.

  3. 3 José Henriques
    03/05/2010 às 11:19

    Eu estou de acordo com o «bola»: faltou claramente dimensão a esta equipa do Benfica, e isso manifestou-se na atitude em campo, sem chama e sem determinação. Curiosamente e mesmo assim, o futebol que o Benfica jogou, nem foi inferior ao apresentado pelo «porco», até porque esta equipa do Benfica não sabe jogar mal, pese embora todas as limitações que acabou por evidenciar ontem. Mas essas, repito, tiveram origem na cabeça, e não na qualidade íntrinseca e inquestionável da equipa.

    Ambientes de guerrilha existem diversos, em jogos quentes por esse Mundo fora. Um Roma-Lázio, um Celtic-Glasgow Rangers, um Boca Juniors-River Plate, ou um Galatasaray-Fenerbahce, geram ambientes identicos ou piores do que este! Cabe aos jogadores terem-nos no sitio para o enfrentarem! Não me venham cá com histórias, que o Porto é pior que Istambul.

    Muito do brilho deste titulo de 2009/10, que vamos óbviamente ganhar, esfumou-se nesta derrota! podia ter sido um dos campeonatos mais emblemáticos da nossa história, assim é só mais um.

  4. 4 rcatarina
    03/05/2010 às 11:33

    Oh bola, peço desculpa desde já pela ousadez de o contradizer dada a minha maçariquice neste blog, mas a verdade é que está a ser completamente injusto em quase toda a sua análise…
    O jogo não foi mal-jogado, aliás dadas as caracteristicas normais de um classico, que normalmente tem + paragens do que tempo util de jogo, este até foi bem interessante e disputado. os condicionamentos não tiveram origem no medo de levar pancada nem nada parecido, o que de facto condicionou o jogo foi o Benfica estar habituado a praticar futebol espectaculo com mta circulaçao de bola e este nao era jogo pra isso. Deviamos ter apostado num futebol directo, frio, pq o porto simplesmente jogou à porto… com a raça, atitude e amor à camisola que tão bem os caracteriza, ou seja, apostou em nao deixar trocar a bola, nas subidas individuais e no contra-ataque. E agr em boa verdade, o pipipi do arbitro na 1ª parte a todas as entradas do SLB e o fechar de olhos da msm personagem à lenha do porto, só fez com que os jogadores se retraíssem quando deveriam entrar a matar.

    Dado o ambiente que se criou em campo, com o benfica a ser a unica equipa que joga bem à bola, esta é uma derrota que se aceita e bem. Qts às ilações a tirar, são fáceis: há que comer + cozidos à portuguesa e + tripas à moda daqui do porto que a força pra dar cacete tb aparece. E + uma coisa, a palestra do FCP quem a deve ter dado deve ter sido o Pinto da Costa, há que até comer relva e ameaçar cortar o ordenado se for preciso… Há que desenvolver a raiva ao adversário que passa-se a jogar com + intensidade!

    Saudaçoes, que pra semana – de 5 é derrota!

    • 5 tabakaebola
      03/05/2010 às 14:15

      qual desculpas qual carapuças…até aprecio bastante as tuas apreciações… 🙂 não tou a brincar…

  5. 6 Isaías
    03/05/2010 às 11:34

    Aquilo que foi criado ontem é o que de melhor o clube da fruta sabe fazer. Criar ambientes de enorme hostilidade, extremamente intimidatório, de autêntico terrorismo. É nesse ambiente que esse clube tem vivido e é nesse ambiente que se tem bem sucedido. De impunidade, de ameaça, de violência, de desrespeito por tudo e todos que se lhes atravesse à frente, de integrismo. Tudo isto com o beneplácito geral, quer da tutela, quer da liga de clubes e federação, quer das autoridades locais. E, asseguro-vos, que não me espanta o comunicado da PSP local, contradito por João Gabriel, já que foram inúmeras as vezes em que vi, enquanto residente naquela cidade, adeptos encarnados e até verdes serem barbaramente agredidos sem que no final, nos relatórios da PSP, houvesse menção a tais factos. Numa altura de queima das fitas, talvez por volta de 94 ou 95, deu-se um porto-sporting e nunca na vida vira tamanha selvajaria, com adeptos lagartos agredidos por tudo que era cidade do Porto. Conclusão da PSP: “não houve incidentes”. Enquanto esta impunidade subsistir não será fácil encarar um encontro daquela natureza de outra forma.
    Ontem vi os primeiros 15 ou 20 minutos de jogo e percebi que o SLB sairia derrotado. Aliás, mesmo empatado a zeros, a essa altura, já olarápio tinha derrotado o Benfica. Depois desliguei-me do jogo. Aquilo não era futebol.

  6. 7 Eduardo
    03/05/2010 às 11:38

    Não concordo minimanente Bola7. Se calhar, aqui também se vê a diferença entre os putos e os homens, sem ironia. Aceito. Mas mantenho firme e convicta a minha opinião.

    O que aconteceu ontem fora das 4 linhas condicionou a prestação dos jogadores dentro das mesmas. Não sei se serei o único a pensar assim, se estarei a ser faccioso, mas os jogadores não são máquinas para poderem lidar com aquilo tudo ao mesmo tempo. Metam-se na pele dos jogadores. O que aconteceria se tivéssemos ganho o jogo de ontem? Parece que o crime compensa.
    Este ano ainda tínhamos pontos de vantagem e que nos permitem vencer o campeonato no próximo jogo. Mas para o ano podemos estar dependentes de um jogo destes. Aceitar estas situações com tanta passividade e com tanta naturalidade, só faz com que aconteçam com mais regularidade. É assim que eu vejo.

    Agora falemos então de JJesus, que dizes que esteve mal. Também não concordo. Foi nas substituições? É que o golo do farias foi aos 61m e as substituições só aconteceram depois. E todas elas fizeram sentido para mim, pelo menos. O Ramires naquela posição permitia a recuperação da bola e fazer rapidamente as transições defesa-ataque e vice-versa. O Weldon veio dar musculo e força. O Alan Kardec, para os minutos finais.

    A única situação que provavelmente concordaria era o Aimar ter jogado de inicio mas, pelo que ouvi ontem… O Aimar não jogou de inicio por causa dos acontecimentos fora das 4 linhas… E assim volto outra vez ao mesmo. Espero que o Benfica e a liga façam algo porque o que se viu ontem para mim não se enquadra no futebol. Não estamos no brasil, nem na argentina nem na grécia. Estamos em portugal e ontem tivemos mais uma das muitas provas que o futebol cá não é apenas jogado nas 4 linhas.
    O dinheiro custa-me muito a ganhar, existe muito boa gente que ainda gasta mais do que eu e gastá-lo para isto leva-me a pensar 2 vezes. A mim, pelo menos.

    E estava à espera de um olegário mais conhecedor e sabido, e que tivesse controlado melhor o jogo. Não o julgo, entendo o elevado grau de dificuldade do mesmo, mas por outro lado, aos 12 minutos já tinhamos 2 amarelados que estavam em risco, juntando-se o Javi ainda antes do intervalo que estava nas mesmas condições e depois ver o golo do braga… É muita coincidência junta. O anti-benfiquismo cresce a olhos vistos, existem histórias de os juveleo se terem juntado aos super dragões e a verdade é que o crime compensa. Foram recompensados.

    Ps. O fórum do Ser Benfiquista aguarda ansiosamente pelo teu regresso. Um abraço.

    • 8 ramalho
      03/05/2010 às 12:08

      Eduardo, a substituição do Javi não fez o mínimo sentido.

      A partir desse momento perdeste o meio campo e no 3º golo o Beluchi passa pelo Ramires e Aimar, provavelmente com o Javi, não teria tanta liberdade nem facilidade.

      O Aimar devia ter jogado de inicio, etc.

      Ontem o JJ falhou, sem sombra de dúvidas. Esperemos que as vezes que falhou este ano serviam de aprendizagem e que para o ano joguemos ainda melhor.

    • 9 tabakaebola
      03/05/2010 às 14:22

      meu caro…como leste não em esqueci do ambiente….mas eu já vi esse ambiente em doses mais elevadas e ganhamos…lembrem-se do do César Brito..o balneário com cheiro a creolina….o presidente João Santos agredido…o Artur Jorge e o Teles Roxo a correrem em perseguição do fiscal de linha…o desespero dos andrades porque iam perder o campeonato coisa que não aconteceu ontem…não te lembras?..eu lembro-me muito bem…o resultado…ganhamos e ganhamos o campeonato…só que os jogadores eram da estirpe do Ricardo Gomes, Schwars…veloso…Paneira…Valdo…Thern…pois…

  7. 10 José Henriques
    03/05/2010 às 11:55

    Faltam-nos jogadores desta estirpe, meus amigos:

    http://www.serbenfiquista.com/modalidades/_jogadores.php_tipo_futebol_id_1145_modulo_modalidades

    • 11 tabakaebola
      03/05/2010 às 14:23

      já nem precisava de tanto… 🙂

  8. 12 Eduardo
    03/05/2010 às 12:31

    ramalho, não concordo mas respeito a tua opinião. O Benfica com a passagem do Ramires para o centro arriscou e fez bem na minha opinião. Estávamos a perder e, por mim, perdido por 1 perdido por 3. Logo aí penso que não faltou “tomates” ao JJesus. E em muitos jogos até percebia que esta situação acontece-se mais vezes, quanto mais ontem que estavamos em superioridade numérica.

    Como praticamente todos acham normal aquilo que aconteceu ontem, peço ao Rui Costa que para o ano, em vez de um GR e de outros reforços, o dinheiro seja gasto em bolas de golf, teletijolos, isqueiros e outros utensílios e afins que afinal são permitidos para se atirarem para o jogo.

    Solicito também novas auto-estradas bem construídas, entenda-se um género de um vale, que permita aos adeptos do Benfica dar as boas vindas ao autocarro do porto de idêntico modo ao que fizeram connosco bem como aos merda adeptos que os acompanhem.

    Imploro ainda que o dinheiro seja canalizado para as casas do Benfica que deveriam ser do mesmo material que o cofre da caixa forte do tio patinhas, por causa dos metralhas azuis e brancos que temos espalhados por Portugal. Felizmente são poucos mas que fazem muita merda, fazem.

    Ah, já me esquecia. Nós adeptos também precisamos de escudos e armaduras como nos tempos de roma. E, se ainda existir orçamento, talvez também fosse boa ideia gastá-lo em putas e vinho verde, pois as merdas amarelas que andam nos estádios com a alcunha de “árbitro”, parecem-me serem grandes apreciadores.

    • 13 Tosta Mística
      03/05/2010 às 12:45

      Eu não acho normal aquilo que se passou ontem. A maioria das pessoas que conheço (muitas adeptas do FCP) também não.

      Alías, o que nos distingue cada vez mais dos adeptos de outros clubes é a nossa incapacidade para julgar estas coisas, bem como o golo de Braga, como normal.

      Mas concordo que não deva servir como justificação de fundo para os insucessos. Há que preparar os jogadores.

      Tenho pena é que o anti-benfiquismo seja nos nossos dias uma religião.

    • 14 tabakaebola
      03/05/2010 às 14:25

      ir à antas seja na versão antiga ou mais moderna é sempre para o adepto encarnado uma acto de heroísmo…ai isso não duvido..

  9. 15 tabakaebola
    03/05/2010 às 14:28

    O golo em braga é de escacar a rir…ao menos disfarçava…só uma coisa para verem como funciona isto…aqui entre nós que ninguém lê…o Lito da Académica pelos vistos é um benfiquista fanático…disseram-me isso..e o rapaz a sério ou a brincar disse que com o Benfica se este precisasse que marcaria na própria baliza…o certo é que nem convocado foi para o jogo com o Benfica…

  10. 16 Redady
    03/05/2010 às 14:41

    Primeiro que tudo, um abraço para o amigo Bola que deixei de o ver pelos lados do Ser, e ainda não entendi muito bem o que se passou.

    Em relação ao jogo, digo aquilo que digo a todos. Não faz sentido não se jogar pelo objectivo e ser sempre pela exibição.
    Custa, mas é verdade, Jesus ainda é tenrinho nestas andanças da alta roda, comandando equipas grandes contra outras grandes.
    Defender, assim ao jeito como a Europa ficou chocado com o Mourinho em campo Nou, é uma arte e obriga a um espírito enorme.
    como escreveu um jornalista Italiano, «difícil não é fazer o Chivu acreditar que pode ser Etoo, ma sim fazer o Etoo, defender como o Chivu!» …

    E ontem, onde entramos num jogo com os objectivos alcançados, não soube o Jesus jogar com pragmatismo. O Porto é e será sempre, uma equipa experiente e lutadora, então contra nós, o factor «ódio» exponencia certos atributos. Habituados a jogar lá em cima na Champions, assim que viu como ia o Benfica jogar, marcou. Marcou ficaram com 10, sofreram um golo e foram tentar não serem humilhados.
    Com 1-1 e em superioridade numérica, faz-se tudo menos aquilo que fez o JJ e os jogadores.

    Não falo em Olegário porque não tem assunto. Não tem para nós nem para os andrades, é mau e ponto.

    Agora sem 3 jogadores (ainda bem que o Luisão não viu o vermelho), vamos ter que encarar mais uma vez o jogo dizendo o quê?

    ENTRAMOS NO JOGO COM O RESULTADO DANDO-NOS O TÍTULO!! … dá para entender JJ?

    Cabeçinha fria, se o Rio Ave se quiser mandar para cima, então que faça, mas não se mandem vocês para cima deles e deixem buracos nas costas, porque se entra algum, a seguir um dos nossos é expulso e depois o filme complica-se.

    Eu já vi este filme! …

    Jorge Jesus … entramos em campo com o resultado a nosso favor, não sejas besta!

    Abraço

    • 17 tabakaebola
      03/05/2010 às 15:37

      curioso como o povão da geração menos tenrinha me compreende..ou nos compreendemos…já vimos muitos filmes destes não é meus caros…

      • 18 Tosta Mística
        03/05/2010 às 15:48

        Óh Bola, não foi bonito aqui há dias recebermos “em nossa casa”, com toda a dignidade, o tricampeão europeu de futsal e ganharmos com toda a justiça e fair-play, sem isqueiros e bolas de golfe?

        É disso que a malta se queixa, em pleno século XXI um ambiente selvagem num jogo de futebol já não se tolera.

    • 19 Isaías
      03/05/2010 às 16:09

      Para estes jogos talvez devessemos ter Koeman à disposição.

  11. 20 José Henriques
    03/05/2010 às 14:46

    Esta equipa do Benfica é jovem! Já é da geração do conforto total! Lida mal com situações limite, que envolvam ameaças fisicas extremas. É normal, não os censuro! São um produto social e politico. Quando eu era puto, dizia-se que os Americanos estavam a levar no focinho no Vietnam, porque em casa, nem precisavam de levantar a peidola do sofá para mudar de canal! Como é que podiam combater na mata?! Entretanto isso generalizou-se.

  12. 21 Antonio Nascimento
    03/05/2010 às 15:31

    Completamente de acordo,assino por baixo.
    Pensaria eu que esta equipe me ia retirar as vergonhas que tenho ouvido hoje,de todos aqueles que odeiam o Benfica.
    Mas enganei-me

  13. 22 João Cruz
    03/05/2010 às 16:22

    Caro Bola.
    Acho que não estou de acordo contigo.
    Equipa sem tomates para lidar com a pressão do jogo? Mas como se aos 11 minutos já tinha 3 jogadores amarelados por faltas perfeitamente banais? Aliás um deles, Dimaria, foi derrubado e pisado e leva amarelo. O mesmo Di maria que passados 10 minutos é agredido pelo Fácile que não foi expulso para, no inicio da 2ª parte, se transformar em mártir.O Albaro Pereira agride verbalmente o auxiliar e nada… O Maxi sofre penalti. O bicho verde faz outro penalti. O Javi sofre falta perigosa do columbiano e na resposta vê amarelo por uma falta banal sobre o mesmo ficando “o artista” agarrado à perna no chão como estivesse à beira da morte (logo a seguir já corria que nem um tolinho…). O Belux simula penalti, a bola vai para o Farias em fora de jogo que marca o 2º golo. Achas pouco para uma equipa só??? Falas no Benfica de Cesar Brito. Tens dúvidas que quem teve tomates nesse dia foi o Carlos Valente e que com outro arbitro tinhas ido à vida? Jesus errou? sem duvida. Depois do 1-1 devia ter recuado a equipa e apreveitar o contra-ataque (como fez o Porko) para através da velocidade de Saviola, Di e Weldon liquidar o jogo. Mas o Jesus também tem direito a errar. Agora a arbitragem do Oligário é que não perdoo. Espero que alguém do Benfica mande imagens deste jogo para a FIFA para eles verem a verdadeira qualidade deste “crack” que contrataram para o mundial…

  14. 23 VanBasten
    03/05/2010 às 16:26

    Depois de alguns comentários lidos ontem, confesso que já esperava algo do genero hoje.

    O jogo de ontem foi uma vergonha. não porque o Benfica tenha jogado bem ou mal, até porque na minha opinião as equipas equivaleram-se em termos de jogo jogado, se calhar com algum ascendente por parte do Benfica, quando o arbitro deixou jogar…sim, porque nos primeiros 20 minutos o Benfica, mesmo empurrado para o seu meio campo pelo Sr…bem…pelo FDGP do Olegario, atirou uma bola à barra e teve uma perdida escandalosa pelo Javi. Foram 20 minutos absolutamente VERGONHOSOS que em nada destoaram das habilidades proporcionadas pelo Sr….bem…pelo FDGP do Calheiros e Cª. Em 20 minutos, conseguiu amarelar 4 jogadores do Benfica, arredando três do próximo jogo, condicionando claramente a equipa. E foram amaralos dados por faltas que a mim, só me deram vontade de rir…bastava a puta azul e branca (qualquer uma) atirar-se para o chão a berrar como se não houvesse amanhã, que era amarelo…então o do Di Maria foi demais: o homem é travado em falta, atirado ao chao, pisado pelo Fucile e leva um “amarelo salomónico”, conforme disse o jornalista da SPTV. Mas salomónico em quê, caralho? Um dá porrada, outro leva porrada…porque é que ambos têm de levar amarelo?

    Do outro lado, eram entradas por trás (Fucile e Alvaro Pereira) e não se passava nada…até a expulsão do Fucile é caricata, com o FDGP do Olarápio a perguntar muito espantado ao fiscal de linha se “era o segundo amarelo?”, do género “ups…já fiz merda!”

    Pecamos na finalização (alô Cardozo? Convinha que te mostrasses quando é preciso.), porque olhando aos ultimos Porto-Benfica, deve ter sido o que mais ocasiões flagrantes de golo tivemos (Luisão, Aimar, Javi, Maxi, Di Maria assim de cabeça) enquanto que o Porto marcou. Agora, uma coisa é a equipa poder jogar de igual para igual, outra é aos 15 minutos ter três amarelos por faltas que não o justificavam e ficar desde logo condicionada para o resto do jogo como aconteceu. E já nem vou falar na pouca vergonha que foram os momentos que antecederam o jogo, com agressões de toda a especie e feitio aos atletas (pedras, bolas de golfe, telemoveis, isqueiros, tochas,…), que mais uma vez vão passar em claro.

    Infelizmente não fomos campeões ontem…mas vamos sê-lo. Só tive pena que no final da partida, na flash interview ninguem se tivesse lembrado que, a única coisa que ficou decidida ontem, é que Porto na Champions League 2010/2011, só se for na Playstation. Os cães ladram, mas a caravana passa.

    • 24 Isaías
      03/05/2010 às 17:03

      Quem ri por último…

  15. 25 carrepos
    03/05/2010 às 17:23

    Sou pessimista e por isso tenho receio de um árbitro ladrão no Domingo mais alguma bola parada fortuita do Rio Ave a condizer com o nosso triste fado..

    • 26 rcatarina
      03/05/2010 às 18:09

      irra!! chega-te pra lá mau-agouro!

  16. 27 tabakaebola
    03/05/2010 às 17:24

    bolas…

  17. 28 rcatarina
    03/05/2010 às 17:31

    oh pá sinceramente… mas afinal nós queremos uma equipa de futebol ou de rugby?! Não vos compreendo… é a dar uma no cravo outra na ferradura! Se é pra partir apenas pro anti-jogo de colocar os jogadores na retranca e a dar na meia então o JJ não está lá a fazer nada… + vale contratarmos antes o jaime pacheco que nisso é ele doutor e ainda por cima é meu conterrâneo e uma óptima pessoa!

    • 29 Isaías
      03/05/2010 às 17:39

      Com Pacheco não há medo. Ainda recordo a sua expressão em pleno estádio das antas, em conferência de imprensa, dizendo que não prestava vassalagem a ninguém. Esse homem tem-nos!!

  18. 30 Red skin
    03/05/2010 às 18:02

    O Ed ainda n veio comentar???? gostava q dissesse da sua justiça!

    Quanto à minha opinião… acho q os porkos tiveram a sorte do jogo… golos muito consentidos e marcados em alturas chave! Jogamos bem? Não… mas tb n fomos inferiores como se quer dar a parecer! O jogo foi uma luta, e os porkistas estavam com o publico e o ambiente do seu lado, q em termos de fair-play é 0… envergonhava-me de ser desse clube!

    O JJ está a fazer um excelente trabalho… penso q o seu erro n foi a inexperiência… mas talvez demasiado respeito pelo adversário e a n colocação de Aimar (isso mesmo Ed! hehehehe).

    Red skin bitaitou!

  19. 31 Red skin
    03/05/2010 às 18:09

    E o golo do Braga crl? Frango encomendado? Ou o destino quer fazer das suas?

  20. 32 Isaías
    03/05/2010 às 18:56

    Foi desses frangos que falou o Evo Morales?

    • 33 Red skin
      03/05/2010 às 19:03

      Não! Esses são frangos de aviário, dão cabo da testosterona! Tipo o do Quim contra a Académica!

  21. 34 Hugo Miguel Franco
    03/05/2010 às 20:02

    Quero sublinhar que não defendo actos de violência, mesmo que “retributivos”, muito menos que uns anónimos vistam o uniforme de tropas de choque para gáudio de alguns dirigentes manipuladores.
    O SL Benfica não pode ser o palco para que uns frustrados libertarem o(s) seu(s) ódio(s), nem o plateau para arrivistas. Mascarem-se eles de adeptos, de sócios, de dirigentes, de simpatizantes, etc…!

    De igual forma, enalteço todos os que não suportam o papel de cordeiros, serenamente aguardando o ataque de lobos. Para mais quando esses uivam ódio, racismo, xenofobia, morte.

    O apaziguamento não será resposta, se do lado opositor for considerado fraqueza.

    Todos temos muito que aprender com Franklin D. Roosevelt, que fiel ao seus ideais enfrentou dois beligerantes (Alemanha Nazi e Império Japonês) claramente belicistas, racistas e expansionistas. Para tal, foi fiel princípios, não se tornou mais sanguinário que os oponentes. Foi empenhado, corajoso e inteligente.

    Violência contra o Benfica – Parte I

    Há já alguns dias que pensava explanar as minhas ideias sobre os contínuos actos de violência prepetrados contra o SL Benfica, nas sua diferentes formas. Aguardei o desenrolar dos acontecimentos desta semana, visto considerar que o mesmo seria rico em factos e definidor de estratégias, ideologias e mentalidades. Como efectivamente veio a suceder.

    O ataque às casas do Benfica!

    Os “actos de vandalismo” como tem sido suavemente classificados os ataques a diferentes casas do Benfica, são fruto de elemento fácil de explicar, o ódio!

    São prepetrados nas trevas da noite e em alcateia, porque essa é a sua força.

    Como tal defendo as seguintes soluções:

    1ºCriação de um gabinete no SL Benfica que coordene a acção jurídica/penal contra os criminosos (nome dado a quem deliberadamente destrói propriedade privada e ataca outros cidadãos) e a pressão a efectuar-se sempre aos competentes orgãos de soberania (local; regional; central; civil; militar/policial);

    Ex: Deverá ser o SL Benfica a solicitar instauração de processos crime; a solicitar reuniões com Governadores de Distrito, Presidentes de Câmara… etc.

    2º Estabelecimento, com o devido acordo de todos os aderentes, de um sistema de alerta agressão com um perímetro por concelho/distrito, onde uma sms seja enviada em caso de ataque.

    Um homem isolado pode ser uma vítima, mas uma corrente é a força de todos os seus elos;

    3º Convocar uma festa e um desfile para a cidade/vila/aldeia onde os crimes ocorreram. Com participação directa de elementos do SL Benfica (dirigentes, atletas) e com a mobilização a ser levada a cabo pelo SL Benfica. (Preparando a deslocação, preparando a logística, convocando adeptos de todos os pontos do país).

    Mostrando a todo o país que sempre que ocorre um ataque ao SL Benfica, todo o SL Benfica se mobiliza.

    Como podem constatar para responder a ameaças, cobardias dissimuladas na escuridão e ataques de matilha eu proponho:
    – Mobilização, uma demonstração da força dos números e dos rostos, e da vontade em viver num país livre;
    – Acção contra os criminosos, não de forma cobarde e vingativa, mas sim pressionando os orgãos de soberania a serem soberanos!

    Salvaguardando as devidas distâncias, é a resposta dada em Espanha (uma nação de nações) aos ataques terroristas e mesmo às manipulações governamentais dos mesmos.

  22. 35 Notlim
    03/05/2010 às 21:30

    isto de escrever com magalhaes…mas la vai…o slb tem de perceber de uma vez por todas que o jogo no porto não ‘e um jogo:’e uma guerra sem quartel. sempre fui assim e sempre sera mesmo no pos pinto da costa. o odio ao benfica so tem paralelo nas disputas sulamericanas. so 2 treinadores seriam capazes de entrar numa guerra dessas e ganhar:mourinho e scolari. e mesmo mourinho perdeu com o chelsea. so a selecção nacional que no ultimo mundial participou em guerra semelhante com a holanda seria capaz de triunfar ontem. ainda hoje ouvi comentarios de senhoras que foram ontem ao jogo que diziam-se afonicas pq estiveram a gritar mesmo ao lado da claque do benfica e diziam com o orgulho de quem tinham saido de uma zona de guerra com a cabeça do inimigo na ponta da lança. pagava a muita gente parar viver uma temporada na perifiria do porto para sentirem o clima. os nossos “meninos” tão “formatados” para esta realidade. domingo se Deus quizer esperosair a rua para comer o prato frio da vingança mas sei bem que me arrisco a ter aborrecimentos tb.

  23. 36 VanBasten
    03/05/2010 às 22:49

    Hoje, ao final do dia, em conversa com um amigo que esteve num camarote, fiquei a saber que até lá houve merda, com alguns portistas que supostamente deveriam ter alguma elevação e “saber estar” face à ralé que assiste aos jogos nas bancadas. A cada dia que passa, mais vincada me fica a ideia que o Porto é merda…a começar no presidente e a acabar nos adeptos…sem excepção.

  24. 37 ela
    04/05/2010 às 08:20

    Pois, caros Pai Vermelho e Notilim, isto nao era um jogo de bola, quanto mais para putos !
    Se até Mourinho que os praticou nao soube lidar com a lide !!!!

    Outra coisa, infirmando o que disse o Pai Vermelho : o mesmo Mourinho suscitou a admiraçao da Europa inteira futebolistica porque realizou uma grande proeza : captar a bola e o resultado ao estacionar uma gare inteirinha de autocarros !
    Isso sim é estratégia !
    Soube aniquilar e muito bem o jogo do Barça !

    Assim se joga com a cabeça !
    Nisso concordo com o Bola !

    Para concluir, aconselho este artigo do MEC (= gajo, em bom francês)

    Porque Amamos o BENFICA?- Miguel Esteves Cardoso

    “É por não gostar de futebol que sou do Benfica .
    Tal como compreendo como é que há portugueses que conseguem ser de outros clubes. O Sporting, o Porto podem jogar bem, e o Belenenses e a Académica podem calhar bem em sociedade, mas só o Benfica, como o próprio nome indica, é o próprio Bem. Que fica.
    Só o Benfica pode jogar mal sem que daí lhe advenha algum mal. Basta olhar para os jogadores para ver que sabem que são os maiores, que não precisam de esforçar-se muito, porque são intrínseca e moralmente a maior equipa do mundo inteiro. Ninguém sabe. Mas sente-se.
    Quando perdem, não se indignam, não desesperam. Eusébio só chorou quando jogou por Portugal. Quem joga no Benfica tem o privilégio e o condão de estar sempre a sorrir. Não conseguem resistir. O Benfica, a bom ver,nem sequer é uma equipa de futebol. É um nome. É como dizem os brasileiros, uma “griffe”. Têm uma cor. Antes de entrar em campo, já têm um mito em jogo, já estão a ganhar por 3-0, graças só à reputação.

    Quando o Benfica perde, parece sempre que quis perder. Essa é a força inigualável do Sport Lisboa e Benfica – faz sempre o que lhe apetece. O problema é que lhe apetece frequentemente, perder. Qual é o segredo do Benfica ? São os benfiquistas

    São do Benfica como são filhos de quem são. Ninguém “escolhe” o Benfica , como ninguém escolhe a Mãe ou o Pai. Em geral, aliás, os benfiquistas odeiam o Benfica e lamentam-no no estádio e em casa, mas pertencem-lhe. Quanto mais pertencemos a uma entidade superior, seja a Família, a Pátria, Deus – ou o Benfica , mais direito, temos de criticá-la e blasfesmá-la. Não há alternativa.

    Em contrapartida, os sportinguistas e portistas parecem genuinamente convencidos que apoiam as equipas deles porque são as mais dignas ou as melhores. Desgraçados! Se fossem coerentes, seriam todos adeptos do REAL MADRID, AC MILAN, etc, etc.
    No Benfica , não se exige qualquer lealdade. Só se pede, em relação aos adeptos de outros clubes, caridade e comiseração. O Sporting, por exemplo, tem a mania e a pretensão de ser “rival” do Benfica , um pouco como o PSN se julga crítico parlamentar do PSD. Mas, se se tirasse o Benfica ao Sporting, o Sporting deixaria de existir.

    O Benfica é um grande clube porque tem história e talento suficientes para não dar importância aos resultados. Tem uma tradição de “nonchalance” e de pura indiferença que não tem igual nos grandes clubes europeus. O Benfica não joga – digna-se jogar. Não joga para vencer – vence por jogar.
    Odeio futebol. Mas amo o Benfica .
    As opiniões de quem gosta de futebol são suspeitas. Claro que os sábios são do Benfica . Mas a força deste grande clube está nos milhões que são benfiquistas apesar do Benfica , apesar do futebol, e apesar deles próprios.
    Em contrapartida, aposto que a totalidade de pessoas que são do Sporting ou do Porto, por infortúnio pessoal ou deficiência psicológica, são sócios. A força do Benfica, meus amigos, está em quem não paga as quotas, que não vai a jogos, quem não sabe o nome dos avançados – isto é, no resto do mundo.

    O Benfica, é o Benfica. E o que tem de ser – e é – tem muita força.”

    Miguel Esteves Cardoso

    • 38 Tosta Mística
      04/05/2010 às 09:32

      Ela, O Mouro Pequenino PERDEU o jogo com o Barça, atenção!

      Por 1 golo.

      Só não levou a batata definitiva por sorte. Às vezes os Deuses do bom futebol zangam-se com os adeptos mais fiéis e pregam-lhes estas pequenas partidas, para testarem a sua fé e persistência de principios…

      🙂

  25. 39 rcatarina
    04/05/2010 às 10:05

    já viram aquela noticia acerca dos insultos do PC aos dirigentes do Benfica? Diz-se que viraram costas e deixaram-no a falar sozinho… Não sei até que ponto a historia está bem contada pq o PC não é de dar bandeira mas pronto, de qlqr modo e a ser verdade, embora tenham dado o seu ar de superiores tb é preciso mt estômago pra ouvir e calar. Admire-se a paciencia destes senhores pq eu nao a tinha de certeza!

    • 40 Tosta Mística
      04/05/2010 às 10:45

      🙂

      Pode também ter sido efeito do cheiro! É virar costas e fugir…

      🙂

      • 41 Diaboli
        04/05/2010 às 17:21

        eheh


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


Bola7Inc

Maio 2010
S T Q Q S S D
« Abr   Jun »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Estatisticas

  • 940,462 Visitas
Free counters!

Sondagens

Top de classificação

Páginas

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 43 outros seguidores


%d bloggers like this: