Arquivo de Fevereiro, 2012

29
Fev
12

Titulo tá no papao!

Mário Wilson não se atemoriza com a igualdade pontual com o FC Porto e aposta que o Benfica vai festejar a conquista do título no final da época.

«O título? Está no papo!», atirou, no final da Gala do 108.º aniversário do clube, na qual foi distinguido com o troféu Cosme Damião ‘Homenagem’.

«É bom receber um prémio do meu clube antes da minha morte. É uma sensação muito reconfortante receber um troféu do clube do meu coração, não há dinheiro que pague», realçou Mário Wilson, relembrando as várias passagens pelo comando técnico das águias.

«Ao longo da minha carreira fui várias vezes bombeiro no Benfica. E ainda ganhei algumas taças!», regozijou-se.

«Cinquenta anos ligado ao Benfica? Mais! É a minha vida toda. Em Moçambique já sofria pelo Benfica», contou, revelando: «Vim para o Sporting contrariado».

in A Bola

Ah grande Capitão. Mas será que os homens do actual Benfica têm a tua tempera? Será que eles sabem mesmo o que é o “teu” Benfica? Que as tuas palavras os inspirem e que Jaime Graça lá de cima dê uma ajudinha, porque eu desconfio muito destes homens que fazem o Benfica de hoje.

Bola7 falou…

 
 
28
Fev
12

Dia de festa e tristeza!

No dia em que o Sport Lisboa e Benfica festeja o seu aniversário, uma das suas maiores estrelas, o fantático médio todo terreno, Jaime Graça faleceu hoje, vítima de doença prolongada, no Hospital dos Lusíadas, em Lisboa.

 
Antigo futebolista do Benfica e Vitória de Setúbal, Jaime Graça vestiu por 36 vezes a camisola da seleção, entre 1965 e 1972. Foi um dos “magriços” no 3.º lugar no Mundial de 1966. 
 
Pelo Benfica, entre 1966/67 e 1974/75, Jaime Graça conquistou sete títulos nacionais e cinco Taças de Portugal.

Tratado como “Catalunha” – dos tempos em que jogava hóquei em patins -, Jaime Graça ficou também conhecido como um “salvador” na Luz, por ter impedido a morte de Eusébio e Malta da Silva, quando um curto-circuito numa sessão de hidromassagem matou o colega Luciano e quase matava os restantes jogadores, em 1966. Jaime Graça, antigo eletricista, desligou o quadro de luz e conseguiu impedir que a tragédia fosse ainda maior.

O médio português terminou a carreira em 1976/77, no Vitória de Setúbal, e foi um dos adjuntos de José Torres, também já falecido, no Mundial do México de 1986.  

Foi também treinador, no Operário dos Açores, onde descobriu o avançado Pauleta.

Em especial recordo a forma como substituiu na selecção o excelente Fernando Mendes, fazendo uma dupla magistral com Coluna. Foi dele tambem o golo que em 1968, em Wembley levou a final da Taça dos Campeões ao prolongamento contra o famoso ManUtd de Charlton e Best.

Deus guarde a sua alma. Silêncio…Morreu um imortal.

Bola7 falou…

28
Fev
12

Doce SLB!

108 Parabéns!

25
Fev
12

Manual de bem estragar, de Jorge Jesus!

Como conseguir estragar uma vantagem fantástica no campeonato, motivando um adversário encostado ás cordas.

Este é um artigo dedicado aqueles que julgam que apoiar significa ser bovino e como tal ter ausência de critica.

Este manual de bem estragar é um compêndio  único na história do futebol do Benfica,  de alguém que tudo lhe é dado, até competências absolutamente imaginárias e consegue ser tão… incompetente.

Juntando a isso uma direcção de gente cretina que acreditou que o plantel era o que os pobres adeptos só em sonhos acreditam, tudo parece indicar que este Benfica de JJ vai ser caso para estudo de renomadas universidades do mundo.

Conseguir colocar em campo na mesma equipa Emerson, Bruno César já era obra. Mas ter em deficit absoluto Cardozo, Maxi Pereira, Gaitan e Aimar, é obra.

Deixar Emerson em campo, recuar Witsel para se anular, colocar o comando do jogo para Bruno César é obra do demo, só pode.

Só falta mesmo o jogo com o fcp acabar com 3-3, e deixar este à frente da liga para a comédia ser maior, isto já nem pensando nos famosos resultados da época passada.

Mas claro, que a culpa vai ser do árbitro e da pouca sorte…pobre Benfica.

PS: O Nelson [Oliveira] esteve três vezes isolado na cara do guarda-redes da Académica. Não vencemos porque o Nélson não foi feliz, podia ter feito um golo… JJ dixit.

Faz-me lembrar Czernay a acusar o Álvaro de ser o pai da derrota em Belgrado em 1984…

Bola7 falou…

24
Fev
12

Um artigo para ninguem ligar!

Entrevista a Marinho Neves

24
Fev
12

Eu farto, da triste verdade!

Se o fcp estivesse na semana passada com 5 pontos de avanço na Liga, e recebesse 2 semanas depois o Benfica no Dragun, há muito os adeptos e em especial os vigaristas ligados aos superdraguns estariam a fabricar na cadonga t´shirts, cachecois e outros que mais a festejaram o titulo.

Se o fcp estivesse na semana passada com 5 pontos de avanço na Liga, e recebesse 2 semanas depois o Benfica no Dragun, na certa receberiam o Benfica com esses ou mais pontos de avanço e ganhariam o jogo sem problemas, beneficiando dos habituais bloqueios mentais encarnados.

O Benfica é sempre o habitual sofrimento. Até quando temos de aturar este fado? Já chega! Abaixo a conversa mole, e comecem a agir como homens.

Bola7 falou…

23
Fev
12

Viver ou morrer!

…eis o destino de JJ. Sejamos honestos…ou O Benfica é campeão e JJ atinge o estatuto de heroi, com 2 titulos em 3 anos, e interpolados, o que não é normal no Benfica nem em Portugal no geral, ou então se falhar será corrido do Benfica como um vulgar cachorro viralata, com epitáfio do maior barrete da história, porque nunca ninguem prometeu tanto e falhado nessa proporção.

Dentro em breve vamos ter uma boa amostra do futuro. Entretanto prós lados da invicta, a propaganda tenta mascarar a miséria gelada servida a 4 pratos. Geralmente mãos amigas surgem de todos os lados. Uma dela costuma vir da Luz, pois o espirito altruísta da gente encarnada é eterno.

“mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra” – disse Jesus Cristo. Mas JJ e seus rapazes que atentem nas palavras de António Aleixo:

Deus disse: faz todo o bem
Neste mundo, e, se puderes,
Acode a toda a desgraça
E não faças a ninguém
Aquilo que tu não queres
Que, por mal, alguém te faça.

Fazer bem não é só dar
Pão aos que dele carecem
E à caridade o imploram,
É também aliviar
As mágoas dos que padecem,
Dos que sofrem, dos que choram.

E o mundo só pode ser
Menos mau, menos atroz,
Se conseguirmos fazer
Mais p’los outros que por nós.

Quem desmente, por exemplo,
Tudo o que Cristo ensinou.
São os vendilhões do templo
Que do templo ele expulsou.

E o povo nada conhece…
Obedece ao seu vigário,
Porque julga que obedece
A Cristo — o bom doutrinário.

Bola7 falou…

21
Fev
12

O regresso da parvalheira!

Na semana passada mencionei o facto do Benfica perceber que era o momento certo para dar o salto quantitativo e qualitativo suficiente para descolar de vez dos adversários, enviando a mensagem da impossibilidade de ser alcançado.

Mas no espaço de uma semana se percebeu a menoridade intelectual de JJ, a mostrar-se incapaz de perceber a grandeza do Benfica, e o perigo que essa grandeza incorre.

JJ mais uma vez é traído pelas emoções. Já disse 1000 vezes que ele não tem a dimensão suficiente para ser treinador de sucesso do Benfica, e isso não são records estéreis que fazem a delícia de especialistas, mas títulos, que é para isso que o Benfica existe.

Quando finalmente o Benfica se apresenta capaz de mostrar a qualidade de campeão, JJ fica embriagado pelos vapores do futebol maravilha, esquecendo-se que os adversários mais que nunca se preparam mais e melhor e pior que isso, com maior motivação para derrubar o dito “rolo compressor”.

Se a derrota em terras do Czar ainda se aceita mercê de condições anormais, a de ontem é absolutamente insustentável. Mas JJ perde-se na sua arrogância balofa, muito sustentada na baixa exigência dos adeptos encarnados ditos modernos, cuja base de comparação é uma época do pior que o Benfica deu ao mundo.

Sabendo da dificuldade que o jogo de ontem encerrava, da recuperação evidente do Vitória, JJ de forma arrogante lança uma equipa que somente a sorte do jogo a inspiração momentânea de algum jogador poderia fazer ganhar. Jogar em Guimarães com apenas o pobre Matic a defender a zona central, ele que ainda tem muito para penar para ser um trinco razoável, é uma atitude absolutamente suicidária, que levaria no passado a um valente puxão de orelhas a qualquer treinador de eleição que o Benfica teve no passado.

Pior que isso, é inconcebível como JJ acreditava que a condição física dos seus jogadores seria suficiente para aguentarem uma equipa adversária especialmente espicaçada, e direi mesmo, ferida no seu orgulho após a humilhante derrota para a taça da liga. A falta de frescura física condicionou a mental também, e foi doloroso ver uma equipa que pugna pela imaginação e capacidade de posse de bola, jogar futebol tão desgarrado, sem ideias, sem quase nada, senão a boa vontade.

Eu sei que o pessoal ainda tem o estigma “coça bigodes” de artur Jorge, e por isso delira com o estilo “fod** car**” de JJ. Mas eu acho um piadão ao mesmo. Porque JJ é muito bom a correr e berrar quando estamos a ganhar. Quando a coisa está a correr mal, não vejo grandes diferenças entre ele e o artur Jorge, senão a falta de bigode. Qualquer treinador de regional percebeu ontem que o mal estava muito no meio campo, e foi preciso uma eternidade para trocar Matic por Witsel, que deveria sempre ter entrado no jogo…desde o início.

Mais triste e anedótico o momento que lançou, 1º Bruno César e só depois, para bem do vitória, o Nelson Oliveira, para o jogo que qualquer um observador atento tinha percebido há muito estar perdido.

Perdido fico eu, louco direi mais, quando vejo o Benfica a jogar contra um difícil Vitória com 2 jogadores a menos…o pobre Matic e o execrável Emerson , o pior defesa esquerdo quem alguma vez vi no Benfica desde o Pesaresi ou o Rojas. Isto no plantel fabuloso que muitos apregoam…que eu não vejo, pois claro…

Assim é muito difícil. Eu sei que o Benfica desde há muito, e vem já de um passado distante ganha as ligas sempre em grande sofrimento, mas francamente, há limites. E é tempo do Benfica deixar de uma vez por todas de ser o melhor amigo do fcp. Quando este está verdadeiramente na merda, sempre surge a mão amiga do Benfica socorre-lo. Numa semana que o fcp foi humilhado pelos milionários de Manchester, logo surge o espirito altruísta dos encarnados.

Uma coisa eu acho curioso. Todo o mundo sabe a minha opinião sobre JJ. Se eu disser que não acredito no Benfica, estarei a ser coerente pois não confio em JJ. Agora acho um piadão do caraças aos amantes do mestre da táctica, que sugerem contractos vitalícios, que gritam loas pelo melhor Benfica pós Hagan, dizem, temem o futuro do Benfica na liga, e não por termos apenas 2 pontos, mas mesmo com 5. Não entendo. Então o homem não é um génio capaz de fazer milagres? Eu cá não teria o menor rebuço em encomendar as faixas de campeão se com 5 pontos de avanço na liga o treinador fosse…não digo o Mourinho…mas o Trapatoni…e eu que nem sou fã do velhote.

Bola7 falou…

20
Fev
12

Sem brincar ao carnaval!

É carnaval e ninguem levaa  mal, diz o povo.

Pois sim, digo eu. Os tempos são dificeis e pouco dados a brincadeiras. Hoje é dia de trabalho árduo, pois a troika…odeiam-o-Benfica + anti-Benfica + invejosos-do-Benfica… não perdoa distrações fúteis.

É carnaval, mas para levar a mal se o Benfica não saír da cidade berço com os 3 pontos.

Bola7 falou…

17
Fev
12

Glorioso Fim de semana!




Bola7Inc

Fevereiro 2012
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829  

Estatisticas

  • 946.674 Visitas
Free counters!

Top de classificação

Páginas

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 43 outros seguidores