21
Mar
12

Eu me confesso…contente!

Olá bom dia.

O meu amigo Bola7 deu-me a honra de escrever o artigo sobre o jogo de ontem, porque ele bem sabe como me sinto feliz com o desfecho do mesmo.

Somente quem vive no norte e bem perto do Porto, Vila do Conde no meu caso, sabe bem o que temos de aguentar com esta infeliz vizinhança.

Toda e qualquer vitória portista contra o Benfica, seja no Futebol seja num qualquer jogo de berlindes, é festejado pelos seus adeptos como o nascimento de um filho se tratasse.

Por isso só não rebolo de riso no chão ao ouvir as palavras ressabiadas deles sobre a sua pretensa indiferença sobre a Taça da Liga, porque não quero sujar a roupa.

Quem não tem interesse no jogo não festeja de forma tão acintosa os seus golos, nem vem com desculpas esfarrapadas de mau pagador para os media. Eles podem enganar muita gente, mas não quem vive paredes-meias com eles, por isso escusam de vir com essa lengalenga para cima de mim porque não vão ter muita sorte.

Ontem cumpri os meus votos de católico, e fui à confissão, facto que não fazia há algum tempo. Achei que era a hora de cumprir esse dever como católico, pois nos últimos tempos muita coisa parece que corre mal, qual castigo divino pelos meus pecados. Até o Benfica, refúgio último nos maus momentos, parece ter entrado em colapso. Confesso que a derrota com o fcp para a Liga me tirou do sério, e assinei por baixo o artigo do Strata sobre a importância deste jogo. Com a alma aliviada assisti a este jogo como se da final da Champions se tratasse. Não gosto de misturar o divino com o profano, neste caso o futebol, mas houve um momento que pensei, que teria de me ir confessar outra vez, pois disse em surdina –  “meus Deus, não entendo como podes proteger esta gente” – foi quando as bolas resolveram experimentar a textura dos ferros da baliza azul. Mas caramba, o que é demais é pecado.

O futebol do Benfica parece um interruptor, tanto está em cima como e imediato está em baixo. Começo espantoso de força, raça, crença e talento, culminado com um golo fantástico de Maxi Pereira. De imediato alguém desliga o interruptor, e a equipa entra num torpor inacreditável, com os jogadores como que toldados por alguma praga divina que os impede de agir normalmente.

A construção do jogo falha. Javi parece desligado do resto da equipa. Os centrais colapsam, e os laterais não encontram saídas para o ataque. Witsel é bloqueado por João Moutinho e Lucho, e pede auxilio a um muito distante no espaço, Aimar. Na frente Nelson Oliveira tenta à maneira dos sub-20 lutar sozinho contra os centrais portistas. Nessa fase o fcp dá a volta ao marcador, comanda o jogo e dá sensação que pode acabar com ele a qualquer momento.

Mas aquelas bolas nos ferros foram talvez um teste divino à crença em si próprio dos nossos jogadores, que cerrarem fileiras e venceram o destino. Aimar baixa no terreno, a equipa reagrupa-se e sobe em bloco empurrando as linhas portistas uns metros para trás. O 10 argentino sente que é dia sim para as bolas paradas, e isso abala a confiança dos arrogantes defensores azuis. É o empate no momento certo. E assim termina uma excelente 1ª parte de futebol, talvez a melhor que estas equipas deram nos últimos anos.

A segunda parte mostra que ninguém quer correr riscos. O Benfica está mais reagrupado, com as linhas mais fechadas, e o fcp dá sinal de falta de frescura. JJ arrisca então com a entrada de Gaitan, para o lugar de um bom Bruno César que não gostou muito da opção do seu técnico. Vítor Pereira tenta o golpe de génio. Tira um estafado Lucho e lança a sua arma secreta, James. Mas Javi Garcia está melhor e controla-o. Witsel não larga Moutinho, e Capedevila segura Hulk. É tempo de lançar Cardozo e Saviola. No lance do golo de Cardozo é visível o trabalho de Nelson Oliveira. Mangala, super rápido defensor azul, não tem pernas para recuperar a posição e o paraguaio não pede licença para matar. Como se diz, “Deus perdoa, mas Tacurara não”

Depois, foi só aguentar, de forma valente. Os jogadores do fcp se calhar ouvindo os comentadores da TV que tratavam o espanhol Capdevila como um aprendiz de Emerson, tentam que Hulk faça milagres. Debalde. O espanhol tomado de honra anula-o por completo, com a ajuda do seu compatriota Nolito, numa solidariedade hermana que só lhes fica bem.

Só lamento, confesso esse pecado de soberba, o facto de não termos aproveitado espaço para marcarmos mais um golo pelo menos. Mais um golito, que outro logo viria e aí a festa seria bem maior. Mas é tempo de Quaresma, penitencia, jejum e abstinência.

Vamos ver as consequências desta vitória. Cansaço? Tomara estar sempre assim cansado. Uma coisa sei eu – Em sábado de Aleluia, julgo eu, enquanto estivermos a lutar para conquistar mais um troféu, outros estarão a tratar do folar da Páscoa vendo o jogo pela TV. Perguntem-lhes onde gostariam de estar.

Notlim falou…

Anúncios

6 Responses to “Eu me confesso…contente!”


  1. 1 miguel
    21/03/2012 às 11:44

    Tudo dito

    • 2 jose coentrao
      21/03/2012 às 14:09

      eu sou das caxinas e estou de acordo com tudo ke disseste carrega benfica rumo ao 33

  2. 3 tabakaebola
    21/03/2012 às 15:09

    Caxineiros no meu blog…que categoria….só falta aparecer o Coentrão 🙂

  3. 21/03/2012 às 15:44

    só se for outro, porque um já aqui está!!

    Tabaka fumou!

    • 5 tabakaebola
      21/03/2012 às 16:36

      ah pois…mas um é emprestado… 🙂

  4. 6 ela
    22/03/2012 às 12:15

    Excelente cronica, amigo Notlim.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


Bola7Inc

Março 2012
S T Q Q S S D
« Fev   Abr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Estatisticas

  • 941,002 Visitas
Free counters!

Sondagens

Top de classificação

Páginas

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 43 outros seguidores


%d bloggers like this: