Arquivo de Novembro, 2008

28
Nov
08

Fede e de que maneira!(2)

As razões do descalabro?

Nada tão simples. A equipa mostrou em campo a imaturidade técnico táctica que vem do banco de suplentes, cuja cabeça principal é o seu técnico principal, o espanhol Quique Flores.

Nunca um treinador nos últimos 15 anos teve tanta protecção ao eu trabalho, na pessoa de “Santo” Rui Costa.

Estamos já, para os que podem, a pensar nas prendas de Natal, pois estamos a menos de um mês do tradicional bacalhau e rabanadas da consoada. E dizem-me que tenho de ter paciência pois a equipa está em construção. As exibições são de uma confrangedora mediocridade, e como já tinha dito há tempos, o cântaro de tantas vezes ir à fonte, de uma forma pouco formosa e insegura, um dia partia-se. E ontem escavacou-se todo.

O sistema implementado por Flores só na cabeça de um demente pode resultar. Estou desde Julho a berrar que o 4-4-2 simples ou raio que ele é, só funciona com 2 médios centro de qualidade, e farto-me de repetir nomes. Cansei. A falta de protecção aos centrais foi ontem escandalosa, e de uma forma impiedosa os “gregos” humilharam uma equipa de futebol que é mítica. Bastou, como eu sempre disse colocar um médio de ataque entre os centrais e os dois cómicos, digo, médio centro, e ficam os nossos centrais à nora. E quando um deles saído de uma lesão quase eterna, resolve fazer a mais miserável exibição de um jogador do Benfica alguma vez fez naquela posição desde, sei lá, o Argel ou Paredão, não há equipa que resista.

Quique Flores mestre na arte da moralização, dizem, resolveu lançar David Luís a defesa esquerdo em Coimbra, não sei a que titulo, tirando um jogador que estava a cumprir, Jorge Ribeiro, este que também passou a titular no lugar do Léo, sem que ninguém até hoje perceba. Com isto num instante retirou a Jorge Ribeiro toda confiança, pois quem bem o conhece sabe que aquela cabeça não funciona muito bem. E a juntar ao ramalhete trocou a posição em campo do Sidnei, mandando-o para a direita, numa rábula que fez sucesso no Parc dos príncipes, com o nabo do Fernando Santos. Ah, mas como este era nabo português foi um fartar vilanagem. Juntando tudo a um medíocre guarda-redes, o melhor nacional….Deus meu…um conjunto de jogadores de qualidade, e em dia excepcional, foi o descalabro que se viu. É que Diogo, Belushi, galetti não são os xicos, maneis, juquinhas, vitinhas e outros inhas e inhos que andam a monte no nosso campeonato. E se mesmo com esses a miséria é natural quase todos os jogos, quanto mais com uma equipa de qualidade média na Europa. Ah pois, dizem-me, Flores não conhece os jogadores, está a construir a equipa. Eu pergunto: a construir o quê? Que modelo de jogo? Um modelo que não tem um construtor de jogo a meio campo e quando tem esse mesmo o coloca quase a ponta de lança? Modelo de jogo que joga com dois médios centro sem qualidade para o lugar, completamente perdidos em campo, dando a noção que não fazem a mínima ideia do que têm que fazer, senão marcar os adversários com os olhos. Modelo de jogo que se limita a trocas de bola na eterna esperança de conseguir isolar o Suazo. E então o treinador motivador prefere meter em campo um Urretaviscaya ao invés de lançar o Cardozo.

Um entroito…de Julho a Novembro vão…1,2,3,4,5 meses…é só para me situar na questão da construção da equipa.

Por falar nisso. A questão física. Dizem os entendidos, e sobre esta matéria confesso saber pouco, o tal Pako é o melhor do mundo. Epah, se calhar é, mas porque raio tenho sempre a sensação que os nossos jogadores não têm poder de choque e que cada vez que caem no fofo relvado, é sempre com um dói-dói que nos faz levar as lágrimas aos olhos. Já li algures um engraçadinho dizer que ele está a preparar os jogadores para estarem em forma nas férias, com um bronzeado lindão para não fazer má figura com as garotas. Que gente de tão má fé. Continuam os especialistas a dizerem que tudo é estratégia para em Março partirmos tudo. Talvez os restos dos cacos. A UEFA já era. Dentro de breve tempo vamos a Matosinhos para a taça, e o Wesley ainda não foi vendido. O fcp de morimundo apelou às forças demoníacas e está a um breve passo de assegurar o 1º lugar na champions e os nossos comparsas do riso, o scp lá vai á champions. Não vão longe? Se calhar não, mas eu não me importava de não ir tão longe como eles vão.

Por último Rui Costa, que louvo o seu esforço. Meu caro, sei que o Sr. presidente tenciona fazer do Benfica uma monarquia sendo tu o seu sucessor, mas atenção às palavras. Por momentos parecias ter orelhas grandes e bigode. Cuidado rapaz, que tu és o body guard dele. Toma cuidado que quem te avisa teu amigo é.

Levamos 5…para alguns parece normal…deve ser para este Benfica que não é o meu. O meu não levava 5 de gregos de 2ª…siga…siga…

Bola7 falou…

Anúncios
28
Nov
08

A construção já fede! (1)

 

Tantas vezes vai à fonte…”dizia a minha avó que o era demais, era estupidez, e que por isso cheirava mal.”

Este sistema 4-4-2 á la Quique começa a feder.

Já lá vão 4 meses e os puristas dizem que não é tempo adequado para os pobres neurónios dos nossos atletas perceberam tanta magnitude. Relembro para os mais esquecidos que Ericksson com apenas 35 anos e com jogadores quase da sua idade por esta altura não se queixava de nada. Percebeu logo o que tinha a fazer e se calhar passou por cima das suas concepções de jogo para melhor adequar – se ás necessidades da equipa. Mas já me estou a perder no belo quando não tenho motivo algum para tal, pois o podre tresanda.

Desde o 1º dia tenho reclamado com vigor, como se adiantasse alguma coisa, diga-se, nestes tempos em que os sócios servem apenas para deixar a massa e a paciência no estádio (por falar nisso, já repararam que bastou LFV botar faladura para dar logo merda?) mas como digo, tenho reclamado não ser possível o Benfica, jogar com estes tipos de jogadores neste sistema. E foco expressamente a questão dos médios centro. Como é possível passar pela cabeça de Flores que quaisquer, repito, quaisquer das duplas possíveis e imaginárias, que se podem criar neste plantel, garantem a eficácia do seu jogo. Tamanha teimosia é sinónima de estupidez, coisa que o discurso, calmo, evoluído, “urbano”, e ponderado do treinador não deixava entender. Como é possível nos tempos que correm, em que as marcações a todo o campo, principalmente no centro são fulcrais, ele deixe 2 desgraçados fazerem sozinhos esse papel? Mas onde estão os Therns, Schwarz, Kulkovs, Sousas, Shéus, Carlos Manueis, Alves ou Strombergs, que transformavam uma bola recuperada numa rápida acção ofensiva, e que com o maior desplante do mundo além de assistirem os avançados ainda finalizavam os ataques? Os engraçadinhos dirão que eles assistem mesmo os avançados, paradinhos depois de despacharem a bola para o dito que lá corre como um doido na direcção do vazio. Depois é ver um “touro” como David Suazo quase a morrer no final do jogo. Pudera, quando o jogo do Benfica limita-se a correrias desenfreadas dos homens da frente, sempre na vã esperança que os extremos façam um número qualquer que resulte em algo.

Qualquer treinador de 2ª apanha sabe bem o que fazer contra o Benfica: fechar as alas não se preocupando muito com os laterais encarnados pois estes não podem subir muito, um porque sabe pouco, o outro porque está a ajudar um outro a tirar o mestrado. É marcação cerrada aos extremos e então quando um deles é o pupilo do El Pibe, ui que maravilha. No centro havia a hipótese….turca. Bem executada em Guimarães viu-se o resultado. Mas como só de quando em vez ela acontece… Qualquer jaquim sabe que os dois médios centros têm de se haver sozinhos, pois não têm apoio de ninguém. Que fez o alemão/turco? Simples. Colocou 2 jogadores para enfrentar os 2 heróis da luz e entre eles e os centrais meteu por lá um rapazinho que pelos vistos só Quique não conhecia, chamado Lincoln. Como bom espanhol, Flores deve ter demorado a perceber que não era de um carro o que o relatório dos seus observadores falava. Isto em teoria, porque na minha opinião Flores está-se cagando para a observação lusa, como se tem visto na maioria dos jogos.

Depois foi ver a triste figura de um colosso a levar um banho de táctica e bola por um jaquim alemão qualquer, tal qual um jogo da taça de Portugal se tratasse. O francês porventura ofuscado pela observação, diz-se de o interista Suarez, e o grego porque já não vê a bela acrópole há dias, mostraram à saciedade que são bons jogadores, mas jogadores como eles existem aos magotes em qualquer equipa da Europa moderna, e que neste enquadramento, em linha e longe dos outros companheiros, sejam extremos, sejam defesas sejam avançados são duas nulidades quase absolutas.

Depois as fantásticas substituições. Aimar há-de ser extremo há-de. Ah pois, ele saiu do Valência porque queria novos desafios. Eram estes tipos de desafios que ele sonhava? Bah…e duplo bah…

O Benfica tem jogadores para o contra ataque e nunca ataque puro, por isso Flores que ganhe juízo no fundo da pinha, e em vez de gel transplante neurónios. Eu quero uma equipa de futebol e não a montanha russa da feira, aos altos e baixos, sendo na maioria sempre em baixo por falta de energia. Umas perguntas: – para quando a famosa pressão alta em todo o terreno? – Para quando raio as segundas bolas serão ganhas pela maioria pelos nossos jogadores? – Outra pergunta a esse fenómeno que para alguns é uma espécie de Deus do treino …. ó Paco Ayesteran…isto é futebol ou é tropa? Lá é que corríamos como doidos, sem aquecimento e tudo, para no final da recruta subirmos qualquer obstáculo fosse uma barreira fosse as cachopas do bairro da pentilheira. Quando raio temos a equipa sempre operacional? É para quando este ciclo? …ui o ciclo, faz-me lembrar o outro que bota faladura em mantinha azul…

Derrota a toda linha com um nome: Quique Flores. Mas fixe. Ele pode estar a época toda a dizer que a equipa está longe do que quer. Também andou a dizer isso por Valência mas esses não são parvos. Mas por aqui ele está bem e acompanhado, afinal o seu chefe maior di-lo há tanto tempo que por isso Flores pode estar bem descansado.

Vou ficar por aqui porque dizem que os blogs têm de ter uma certa categoria e coisa e tal, porque senão ainda vou dizer alto o que me vai na alma. Mas desconfio que não vai demorar.

Bola7 falou…



Lembram-se de escrever isto quando jogamos com os tais turcos que na sua liga levaram 4 dos outros turcos além europa que foram dominados em toda a linha por um vulgar fcp?

Se o treinador do Benfica se chamasse Fernando, João ou Manel e os manifs anti ministra da educação já se teriam transferido, mesmo antes de da epoca de transferencias, para a 2º circular.

Mas como tem um discurso moderno e de “urbanidade” pode construir a sua equipa até à eternidade.

Burro são os gajos do Valência que não tiveram paciência para esperar.

Bola7…para já…

 

28
Nov
08

Flores??? nem o vaso!

e lá vai a segunda em meia duzia de dias…

27
Nov
08

Mata, Mata!

Olympiakos vs Benfica

Quem morrer…tchau. É o que dá andar a brincar ás tacticas.
É tambem, uma espécie de prova dos nove para o actual Benfica
As consequencias, positivas ou negativas ficam para amanhã.
Sobre o ambiente do estádio Karaiskákis, relembro que só jogam 11 jogadores para cada lado.
Bola7 falou…

26
Nov
08

Percentagens e mais percentagens de incertezas!

A SAD encarnada revelou em comunicado à CMVM a compra à Gestifute de mais 50% do passe do central brasileiro Sidnei por 2 milhões de euros. Em sentido contrário, 10% do passe de Di María foram adquiridos pela Gestifute, por 1 milhão de euros. 

Apesar de agora passar a deter a totalidade dos direitos desportivos de Sidnei, o Benfica receberá 70% do valor de uma possível venda futura do jogador, cabendo à Gestifute os restantes 30%.

Percebem alguma coisa?

Bola7 falou…

26
Nov
08

Protecção aos artistas!

Da mesma forma que apostei que Aimar com tanto aquecimento iria se lesionar, ganhando com isso um pacote de batatas fritas, o mesmo não aconteceu,  felismente com o Reyes.

Eu e uns amigos fizemos várias apostas sobre quando tempo resistiria o espanhol em campo servindo de saco de pancada aos adversários. Acho que contei 8 faltas sofridas até Quique perceber a aposta e “estragar-nos” os planos.

Anda meio mundo a gritar: “deixem jogar os artistas” e não consigo deixar de ver o Reyes ou qualquer um jogador que saiba jogar verdadeiramente a bola, estatelado no fofo relvado.

ah, triste fado no futebol, se calhar como tudo na vida,  a hipocrisia que impera.

Defesa que salte por cima de um avançado e….siga…siga….ao contrário e é logo priiiiiiiiiii….apita o gajo  qual piriquito com cio…defesa faz protecção para a bola sair pela linha fundo e usa braços, rabo e sabe-se lá que mais em jogos de baixa luminosidade e tudo bem. Avançado que pressiona, e basta a pila tocar nos pêlos do rabo do defesa e lá temos piriquito a actuar.

Nos cantos e livres, o tal passarinho de várias cores dos tempos modernas, apita e marca falta atacante e nunca ninguem sabe o que se passou. Como são aos magotes dentro da área ficam todos a olhar uns para os outros, tipo quem se peidou e não se denuncia.

Haja paciencia para este futebol moderno.

Bola7 falou…

26
Nov
08

Verbo!

Conjugação do verbo lesionar no Benfica:

Eu estou lesionado

Tu vais-te lesionar

Ele está sempre lesionado

Nós provavelmente vamo-nos lesionar

Vós ireis de certeza lesionar-vos

Eles ahahahah estão sempre lesionados

Bola7 falou…




Bola7Inc

Novembro 2008
S T Q Q S S D
« Out   Dez »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Estatisticas

  • 940,909 Visitas
Free counters!

Sondagens

Top de classificação

Páginas

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 43 outros seguidores